Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Administração Municipal está fazendo melhorias no Cemitério Municipal São Lucas, em Ibiporã. A obra, realizada por determinação do prefeito José Maria Ferreira desde o final do ano passado, consiste em reforma do escritório para atendimento ao público, a construção de um novo ossário com 110 caixas, 13 jazigos de três lugares cada e troca do telhado da entrada do cemitério. O investimento é de R$51.094,75, realizado com recursos municipais. A empresa responsável pela obra é a G.C do Vale, de Londrina. O prazo previsto para conclusão das melhorias é no final deste mês.

Segundo o coordenador da Divisão de Cemitérios, Paulo Ribeiro, futuramente serão construídas novas camadas no novo ossário e as três capelas mortuárias receberão ar-condicionado. Recentemente a capela de oração, muro, calçadas e meio fio receberam pintura, a mureta do cruzeiro foi refeita e instaladas grelhas para oferecer mais segurança aos visitantes na hora de acender suas velas e fazer orações aos entes queridos. “Todas estas intervenções têm por objetivo oferecer mais conforto e segurança aos servidores e população. Se a família é bem atendida, alivia a dor da perda de seu ente querido”, justifica Ribeiro.

“O investimento que está sendo feito no cemitério municipal é para preservar a memória dos nossos antepassados e para possibilitar a Ibiporã que tenha um espaço destinado a cultuar a memória de nossos entes queridos de forma organizada e respeitosa”, acrescenta José Maria.

O Cemitério Municipal São Lucas possui cerca de seis mil túmulos e 18.590 sepultados. O município não cobra taxa de manutenção das famílias que possuem a concessão dos túmulos, apenas taxa de sepultamento. A administração do espaço realiza o empréstimo das gavetas por três anos. Depois deste período os restos mortais são remanejados para o ossário. “Temos recebido a visita de prefeitos e responsáveis pela administração dos cemitérios municipais de cidades da região para conhecer o trabalho que tem sido feito no cemitério de Ibiporã. A maioria está com a sua vida útil esgotada, e querem conhecer o sistema de verticalização implantado no São Lucas, o qual amplia a capacidade do cemitério, permitindo mais sepultamentos. As pessoas também elogiam a limpeza, organização e infreaestrutura existente aqui”, cita o coordenador da Divisão de Cemitérios.

Túmulos abandonados

A Divisão de Cemitérios informa que a partir de julho iniciará o recadastramento dos túmulos. “As pessoas que possuem terrenos no local devem procurar a Divisão de Cemitérios, que funciona aqui no São Lucas, para apresentar os dados cadastrais do espaço. Após o recadastramento, os terrenos onde se encontram os jazigos abandonados serão desapropriados pela prefeitura e ficarão à disposição para empréstimo das gavetas”, explica Ribeiro.

Os documentos necessários para a regularização dos túmulos são: RG do responsável pelo terreno, CPF do responsável, comprovante de residência do responsável, certidão de óbito dos entes sepultados e documento do terreno. Caso o responsável não o possua, é possível retirar a segunda via. O recadastramento dos túmulos será realizado até janeiro de 2016.

O horário de funcionamento da Divisão de Cemitérios é de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, no Cemitério Municipal São Lucas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3178 0203.

Núcleo de Comunicação Social - PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios