Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Administração Municipal, por meio da Secretaria de Educação, participa, nesta sexta-feira (19), do Dia Nacional de Mobilização da Educação para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. A ação é uma parceria do Ministério da Educação e Cultura (MEC), cujo objetivo é mobilizar, em todo o país, famílias, professores, funcionários das unidades de ensino e alunos na eliminação do mosquito.

Durante a semana o tema foi trabalhado em todas as escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) por meio de atividades de orientação sobre o comportamento do mosquito, sintomas das doenças transmitidas pelo Aedes e formas de evitar a sua reprodução. Às 10 horas, na Praça Pio XII, servidores da Secretaria de Educação, diretores de todas as unidades de ensino e alunos, professores e funcionários da Escola Carlos Augusto Guimarães e Complexo Vera Lucia Pansardi Casagrande participam de uma atividade de orientação, entregando panfletos à população.

Ibiporã está em alerta para a epidemia de dengue. Conforme o Setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, até quarta-feira (17) o município contabilizava 652 casos notificados, sendo 71 positivos, todos autóctones, ou seja, contraídos no próprio município, e 581 aguardam confirmação laboratorial. O índice de incidência é de 135,67 casos por 100 mil habitantes. Para que seja considerada situação epidêmica, é preciso a confirmação de mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes.

Segundo o MEC, entre as ações previstas para o combate ao Aedes aegypti estão a distribuição de material educativo a mais de 2,7 milhões de professores e gestores da educação básica; a assinatura do Pacto da Educação Brasileira contra o Zika, quando secretarias estaduais e municipais de educação se comprometerão com a campanha Zika Zero; a participação das instituições de educação tecnológica e superior, organizações estudantis e de agentes da educação que se comprometeram a participar da mobilização.

O MEC enviará cartas a reitores, diretores, secretários, servidores e pais de alunos com orientações. Também haverá distribuição de material educativo a todos os estudantes.

NC/PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios