Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Durante o “Agosto Dourado”, Secretaria de Saúde programou exposição fotográfica com lactantes e família, palestra e capacitação para os agentes comunitários de saúde

Em comemoração à Semana Mundial do Aleitamento Materno (celebrada de 1 a 7 de agosto) e à campanha “Agosto Dourado”, cujo objetivo é conscientizar e esclarecer sobre a importância do aleitamento materno, a Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria de Saúde, programou algumas atividades.

Neste ano, a campanha traz o slogan “Amamentação. Incentive a família, alimente a vida”, que reforça o tema anual da Semana Mundial de Amamentação da World Alliance for Breastfeeding Action (WABA): “Capacite os pais, permita a amamentação” (tradução livre). A mensagem traz o apoio e o incentivo à família que está amamentando, e mostra a importância deste momento para o bebê. A campanha também reforça a importância de amamentar até os dois anos ou mais, sendo de forma exclusiva até os 6 meses de vida do bebê.

A abertura da programação acontece hoje (05), no Centro de Convivência do Idoso (CCI), com a exposição fotográfica retratando 16 mães usuárias da Rede Municipal de Saúde amamentando seus filhos juntamente com sua família. Até o final do mês, a exposição ainda ganhará os corredores das nove UBSs do município, dos Hospitais Cristo Rei e Santa Terezinha, ambos em Ibiporã, e as vitrines de alguns estabelecimentos comerciais cujos proprietários compraram as fotos.

É a segunda vez que a ação é realizada em Ibiporã. A iniciativa partiu da cirurgiã-dentista da equipe de saúde bucal da Unidade Básica de Saúde (UBS) Doutor Mauro Fel Filgueiras, no Jardim San Rafael, Renata Gonçalves Kosinski, e contou com o apoio de diversos profissionais. A maquiagem das mães foi feita voluntariamente por Pamela Eduarda de Souza, moradora do bairro, bem como os cabelos pela equipe do Centro Nacional Integrado de Cursos (Cebaic). As fotos foram tiradas novamente pelo dentista da UBS, Juliano Tutida. A sessão fotográfica aconteceu no salão da paróquia San Rafael, que cedeu o espaço. Enfermeiros e servidores da unidade também colaboraram para que a ideia se concretizasse.

Este ano, o projeto recebeu o apoio financeiro do governo municipal e a parceria da Associação Comercial e Empresarial de Ibiporã (Aceibi). As famílias que participaram do projeto ganharão um CD com todas as fotos, uma ampliação e uma camiseta alusiva ao “Agosto Dourado”. “O projeto objetiva fomentar a amamentação. Muitas vezes estas mães veem campanhas com artistas, porém não se reconhecem nelas. Também é uma forma de chamar a atenção da comunidade para a importância do tema de uma forma diferente e prazerosa”, explicou Renata.

Tutida pontuou que além de valorizar o ato de amamentar, a iniciativa trabalhou a autoestima destas mulheres em um momento tão delicado e especial. “Foi muito bom, pois as mulheres se sentiram valorizadas. Uma mãe relatou que nunca havia se maquiado. Foi uma oportunidade de evidenciar o papel delas”, comentou o dentista. O profissional acrescentou que a sessão de fotos com o companheiro e demais filhos das lactantes enfatizou a importância do envolvimento de todos para a promoção de um ambiente propício para que a amamentação perdure até o segundo ano do bebê.

Também na segunda-feira, a enfermeira do Hospital Universitário (HU) de Londrina, Letícia Lima Colinete, ministrará uma palestra sobre aleitamento materno e doação de leite materno para gestantes e puérperas, famílias que participaram da exposição fotográfica e profissionais de saúde.

Capacitação

Uma oficina sobre aleitamento materno será realizada com os agentes comunitários de saúde no dia 21 de agosto no salão paroquial da Paróquia do San Rafael.

Benefícios

A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza que a dieta do bebê seja exclusivamente com o leite materno até os seis meses de vida, porque ele oferece todos os nutrientes que a criança necessita. Ele ainda auxilia no fortalecimento do sistema imunológico e consequentemente previne doenças e alergias. "O leite materno é a primeira vacina que a criança precisa, além de fortalecer o vínculo entre a mãe e o bebê. Na área odontológica, amamentar desenvolve os músculos para mastigar, preparando para receber o dente. Também diminui problemas respiratórios”, explica a cirurgiã-dentista Renata Kosinski.

Segundo o Ministério da Saúde, O aleitamento materno é a melhor fonte de nutrição infantil, sendo capaz de reduzir em 13% a mortalidade por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos.

NCPMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios