Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Construção de CMEI no Conjunto Miguel Petri está sendo licitada. Obras de sedes próprias da Escola Aldivina e Escola Estadual Ulysses Guimarães estão em andamento

Já está em fase de licitação a construção do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Tempo de Infância, que atenderá o Conjunto Miguel Petri e região. O projeto foi realizado pela Secretaria de Planejamento e possui uma área de 1.316.07m² que atenderá cerca de 300 crianças. O novo CMEI terá 11 salas de aula, berçário, sala de professores, setor administrativo, refeitório, banheiros, inclusive para portadores de necessidades especiais, lactário, pátio coberto e playground.

O espaço projetado é destinado especificamente a cuidar e educar, de maneira indissociável, de crianças até os 5 anos de idade, em jornada integral, nas quais se garante a articulação das experiências e dos saberes dos alunos com os conhecimentos que fazem parte do patrimônio cultural, artístico, ambiental, científico e tecnológico, tendo como eixos norteadores as brincadeiras e interações, promovendo o desenvolvimento integral das crianças e o permanente diálogo com as famílias.

A administração tem investido muito na educação, tanto na capacitação dos professores como nos espaços físicos. Já está em construção também, ao lado do Ginásio de Esportes do Jardim Pérola, a Escola Municipal Professora Aldivina Moreira de 1.499,72m² que atenderá cerca de 350 crianças.

A escola terá 10 salas de aula, sendo uma multimeios, biblioteca, playground, pátio coberto e descoberto, refeitório, quadra poliesportiva, salas administrativas e de serviços, área para embarque e desembarque e estacionamento interno.

Atualmente, a Escola Municipal Aldivina funciona em dualidade administrativa com o Colégio Estadual Antonio Iglesias. “Com a construção da nova sede, liberamos espaço para o Antonio Iglesias e ganhamos uma escola nova, moderna, segura, confortável e adaptada às necessidades pedagógicas atuais. Trata-se de um grande investimento em educação, que é o que o nosso povo pede e precisa”, ressalta o prefeito João Coloniezi.

A Escola Estadual Ulysses Guimarães também já está sendo construída na região da Vila Esperança, a qual terá seu espaço próprio, pois hoje se encontra em dualidade com a Escola Alberto Spiaci (CAIC). A nova sede, que está sendo edificada em terreno de 15 mil metros quadrados doados pela Prefeitura de Ibiporã, terá 16 salas de aulas.

O Colégio, que hoje abriga 380 alunos do 6º ao 9º anos, terá capacidade para atender 960 estudantes, ou até 1.120 em dois turnos, nos Ensinos Fundamental II e Médio. A estrutura inclui cozinha, refeitório, ginásio, biblioteca, banheiros e laboratórios. A Escola atenderá moradores da região Sul da cidade, com cerca de 10 mil habitantes, que até hoje não possui uma unidade de Ensino Médio. Além disso, nesta nova estrutura haverá um ginásio de esportes completo para servir toda a comunidade.

A previsão é que as obras estejam concluídas dentro de um ano. “Com estes investimentos mais de mil crianças serão atendidas na Educação Infantil e Ensino Fundamental I (1º a 5º ano). Além disso, estamos projetando a construção de um novo CMEI no Residencial Terra Bonita, com capacidade para cerca de 300 alunos. Com estas novas obras, a expectativa da Administração Municipal é zerar o déficit de vagas”, concluiu o prefeito.

O secretário de Planejamento, José Roberto de Oliveira, destaca que a Secretaria de Planejamento vem cumprindo com as demandas de projetos e que todas as secretarias estão sendo atendidas para melhorar a condição dos serviços públicos  prestados.

NCPMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios