Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Município participa de mobilização estadual neste sábado (06) para que às 10h os moradores vistoriem suas residências e eliminem possíveis focos do mosquito Aedes aegypti

A população de Ibiporã tem um compromisso importante neste sábado (06).  Às 10 horas acontece a “Hora H – todos contra o mosquito da dengue”, mobilização estadual promovida pelo Governo do Paraná, em parceria com as prefeituras e sociedade civil organizada para que sejam eliminados os focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya. Uma carreata sairá da Prefeitura e percorrerá a Avenida Paraná chamando a atenção dos munícipes para a ação.

A ideia é que os próprios moradores vistoriem suas residências e eliminem todo recipiente que possa acumular água e se tornar um criadouro do mosquito.

Para facilitar a ação, agentes sanitários e comunitários estão entregando nas casas e estabelecimentos comerciais panfletos com um checklist  com 20 itens a serem verificados, como garrafas pet e de vidro, ralos, lajes, vasos sanitários, calhas, piscinas, entulho, plantas que acumulam água, etc. “O perigo aumentou. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que a epidemia de zika vírus, suspeita de causar malformações congênitas, representa "uma emergência de saúde pública de proporções mundiais”. O combate é uma tarefa coletiva. O poder público tem cumprindo o seu papel, com ações contínuas de prevenção e combate ao mosquito. Contudo, se a sociedade civil não cooperar, esta batalha não será vencida. O perigo aumentou e o cuidado deve ser intensificado", ressalta o prefeito José Maria Ferreira.

Conforme o Setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, 385 casos de dengue foram notificados do início ano até agora em Ibiporã, porém, sem nenhuma confirmação (ainda aguardando os resultados de laboratório). O número de notificações é sete vezes maior se comparado com o mesmo período do ano passado (51 notificações).

Em 2015 foram 2.135 casos notificados, sendo 776 positivos (todos autóctones, ou seja, contraídos no próprio município), com uma morte por dengue. Nenhum caso de zika vírus e febre chikungunya foram registrados até o momento em Ibiporã. “A infestação acontece em todo o município e a maioria dos focos do mosquito está no lixo e em recicláveis espalhados nas casas e empresas, nas ruas, terrenos baldios, nas margens das estradas. Se este ano repetir o padrão dos anos anteriores o pico da epidemia será no final de março, começo de abril”, alerta o chefe do setor de Endemias, Luis Augusto Loredo.

Ações de combate à dengue

Em reunião de emergência convocada esta semana pelo prefeito José Maria secretários municipais e representantes da Ouvidoria, Samae e secretaria de Saúde discutiram novas ações de combate à dengue, principalmente no que se refere à destinação do lixo descartado inadequadamente em terrenos públicos, fundos de vale e às margens das rodovias. “As fortes chuvas do mês passado entupiram várias bocas de lobo. Por isso uma empresa será contratada para agilizar a limpeza dos bueiros. Também determinei que seja aberta uma licitação para contratar caminhões para o recolhimento de entulho”, expôs José Maria.

Também ficou definido a intensificação das operações de limpeza em terrenos públicos e uma reunião com representantes de entidades da sociedade civil para convocar os munícipes a participar de arrastões de limpeza.

O governo municipal realiza ações contínuas de prevenção e combate à dengue, as quais estão sendo intensificadas devido ao tradicional aumento de casos nesta época do ano. "Realizamos o trabalho de remoção dos criadouros em 100% do território e esta semana recomeçamos um novo ciclo. Também estão sendo realizados bloqueio de transmissão viral em residências com notificações, aplicação de inseticida (UBV costal), ações educativas em empresas, igrejas e escolas, capacitação de servidores, teste rápido e planejamento de ações conjuntas com cidades da Região Metropolitana, como Cambé e Londrina. Também encaminhamos à 17ª Regional de Saúde um novo pedido de envio da UBV pesada (fumacê) para o combate à dengue", pontua Loredo.

Além disso, um teste seletivo simplificado foi realizado em janeiro para contratação de mais 15 agentes sanitários visando reforçar o trabalho de campo. A secretaria de Saúde também solicita o empenho de todos os servidores no combate ao mosquito, vistoriando as instalações de seu departamento, e eliminando manualmente todo e qualquer foco.

Recomendação para as gestantes

·         Fazer acompanhamento com consultas de pré-natal, realizando todos os exames recomendados pelo seu médico;

·         Não consumir bebida alcoólica ou qualquer tipo de droga;

·         Não utilizar medicamentos, principalmente controlados (antidepressivos, anticonvulsivantes e ansiolíticos) sem a orientação médica;

·         Evitar contatos com pessoas com febre, rash cutâneo ou infecções;

·         Se houver qualquer alteração no estado de saúde da mulher, principalmente até o 4º mês de gestação, comunique o fato ao profissional de saúde para as devidas providências no acompanhamento da gestação;

·         Adotar medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doenças (Aedes aegypti), eliminando os criadouros (retirada de recipientes que tenham água parada e cobertura adequada de locais de armazenamento de água);

·         Adotar medidas de proteção contra mosquitos com manutenção de portas e janelas fechadas ou utilizar redes de proteção, usar calça comprida e camisa de manga longa e utilizar repelentes indicados para gestantes (ex. Icaridina exposis, DEET adulto 15% e IR3535)

O MOSQUITO PICA DURANTE O DIA. PROTEJA-SE!

·         Use roupas que protejam todo o corpo;

·         Aplique repelente nas partes expostas;

·         Use inseticida dentro de casa, principalmente atrás dos móveis e cantos escuros;

·         Use mosquiteiro durante o dia, principalmente para idosos e crianças;

·         Instale telas nas janelas;

·         Limpe seu quintal. Jogue no lixo tudo o que acumula água

Informe-se sobre a dengue,  zika vírus e febre chikungunya no blog "Ibiporã Contra a Dengue" -www.ibiporacontradengue.blogspot.com.br

NC/PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios