Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Proximidade do verão põe poder público e sociedade em alerta. Administração municipal intensifica ações de combate e controle ao mosquito da dengue

 

Agentes de endemias fazem levantamento de focos do mosquito da dengue

 Secretaria Municipal de Saúde/PMI
 
A proximidade do verão, com dias mais quentes e chuvosos, preocupa a todos quanto ao aumento dos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Para evitar que Ibiporã volte a registrar uma epidemia da doença, a Administração Municipal está reforçando as ações de combate e controle ao mosquito transmissor da dengue. “Estamos contratando temporariamente 14 agentes sanitários para intensificar as ações de campo. No total, serão 41 agentes de endemias para fazer a remoção dos criadouros e aplicação de  inseticida. Além disso, servidores de Ibiporã e cidades vizinhas estão passando por capacitação e intensificaremos as ações permanentes, tais como mutirões para remoção dos criadouros, aplicação de inseticida, busca ativa de pacientes e campanhas de conscientização”, pontua a secretária municipal de Saúde, Leilaine Furnaleto.
 
De acordo com Leilaine, há uma preocupação não só no município mas em todo o estado com a incidência de uma epidemia com registros mais graves da doença, visto que o vírus tipo 4, identificado no último período epidemiológico, abre caminho para um grande número de recontaminações. “Não existe diferença na doença conforme o tipo de vírus. Quando uma pessoa é contaminada por um tipo, ela se torna imune a ele. Entretanto, se ela for infectada posteriormente por outro tipo, o risco de complicações como a dengue hemorrágica é maior”, explica a secretária.
 
Além do empenho do poder público, é fundamental que a população colabore limpando seus quintais e evitando o acúmulo de água parada, fator propício para a proliferação do mosquito. “Não podemos visitar 100% das casas em 100% do tempo. Os ovos têm um ciclo de vida que pode durar 500 dias na natureza e um mosquito pode contaminar até 300 pessoas. Estamos fazendo de tudo para que as famílias não sofram com a dengue, porém, se não houver participação da sociedade, não obteremos êxito nesta guerra”, ressalta o presidente do Comitê de Combate à Dengue, Luiz Augusto Loredo.
 
Ibiporã registra atualmente 1.316 casos notificados de dengue, sendo 469 confirmados. Oitenta por cento dos registros ocorreram durante a epidemia da doença na cidade – entre fevereiro e maio. O último caso positivo foi na 37ª semana (entre 10 e 14 de setembro).
 
15 passos para evitar a dengue em sua casa

01 - Limpe a piscina uma vez por semana, trate a água com cloro e cubra quando não for usar. Se estiver vazia, não deixe acumular água no fundo;
02 - Quando for trocar a água, lave bem os suportes dos garrafões de água mineral;
03 - Feche bem os sacos plásticos e mantenha a lixeira tampada. Evite, também, acumular lixo e entulho;
04 - Veja se todos os ralos da casa estão desentupidos, fechando-os quando não estiverem sendo usados;
05 - Lave a vasilha de água dos animais pelo menos uma vez por semana com água corrente, bucha e sabão;
06 - Jogue no lixo tudo o que acumula água. Ex.: tampas de garrafas, cascas de ovos, latas, copos descartáveis, plástico de cigarro, etc;
07 - Garrafas e baldes vazios devem ser guardados de cabeça para baixo;
08 - Pneus velhos devem ser entregues ao serviço de limpeza urbana ou guardados em local coberto;
09 - Na geladeira, retire a bandeja externa e lave-a com água e sabão;
10 - Mantenha a tampa dos vasos sanitários sempre fechada;
11 - Tonéis e depósitos de água devem ficar sempre fechados e serem lavados com bucha e sabão;
12 - Se o seu muro é protegido com cacos de vidros, coloque areia naqueles que podem acumular água;
13 - Evite plantas que acumulam água, como as bromélias. Sempre coloque areia nos pratos de todos os vasos de plantas;
14 - Tire folhas, galhos e tudo que possa impedir a passagem da água pelas calhas;
15 - Deixe sempre a caixa d"agua fechada.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios