Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Serão recapeados 26.852,10 m² das Avenidas Souza Naves e dos Estudantes. Até o momento aproximadamente 20 mil m² já foram recapeados

A Avenida Souza Naves voltou a receber, na segunda-feira (25), as obras de recapeamento com Concreto Asfáltico Usinado a Quente (CBUQ). O serviço está sendo executado pela Administração Municipal em parceria com o Governo Estadual, através do Programa de Atendimento aos Municípios (PAM). Serão recapeados 26.852,10 m² das Avenidas Souza Naves e dos Estudantes. Até o momento aproximadamente 20 mil m² já foram recapeados.

O serviço nestas vias sofreu interrupção por alguns dias, uma vez que o município de Ibiporã precisava apresentar ao governo estadual certidões referentes às entidades públicas do município (Prefeitura, Samae, Fundação Cultural e Câmara de Vereadores) para liberação dos recursos, entretanto, o último ente estava com a certidão vencida, mas na segunda-feira (25) a situação já foi regularizada.Enquanto isso, a empreiteira realizava o serviço em outra cidade que também é atendida pelo PAM.

O Governo Estadual investiu R$ 465.790,81 para a pavimentação das vias. A Administração Municipal é responsável por acompanhar e fiscalizar a obra, que está sendo executada pela Unite Consultoria Engenharia e Empreendimentos Ltda.

De acordo com o Secretário de Planejamento e fiscal da obra, Paulo Sérgio Victor, o recape está sendo feito com CBUQ e espessura de três centímetros porque esse revestimento atende as características do asfalto. "Primeiro é realizada a limpeza da via com jatos de água, através de um caminhão. Em seguida, é feita a pintura de ligação, responsável pela aderência do asfalto existente e o novo, e posteriormente é aplicado o CBUQ. Logo depois a finalização, no qual é analisado o perfil topográfico e se a malha asfáltica apresenta alguma ondulação ou depressão", explica Victor.

As melhorias asfálticas na cidade fazem parte do projeto idealizado pelo Prefeito José Maria que objetiva até o fim de 2016 recapear 400 mil m². "Vamos mudar o padrão de tráfego da cidade, nesses trechos faremos mais que um simples recape Vamos restaurar as ruas, fazendo uma reforma completa do pavimento para que resistam ao tempo dando boas condições de tráfego, por pelo menos 20 anos, como foi feito em nosso primeiro mandato, em 1990, nas Avenidas Paraná e Santos Dumont e que duram até hoje", expõe o prefeito.

Bárbara Vieira - Núcleo de Comunicação Social -PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios