Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

População do distrito passa a contar a partir de agora com sistema completo de esgotamento sanitário. Investimentos municipais chegam a quase R$700 mil

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) entregou na terça-feira (13) a obra do Sistema de Esgoto da Taquara do Reino, composta por rede coletora, emissário e Estação de Tratamento. O evento contou com a presença de moradores da comunidade, do prefeito José Maria Ferreira, do diretor presidente do Samae, Claudio Buzeti, dos vereadores Mari de Sá e Marcos da Ambulância, além de diretores, coordenadores e servidores da Prefeitura e do Samae.

O serviço de esgoto já era uma solicitação antiga da população local que a partir de agora passa a contar com um sistema completo de esgotamento sanitário, cujas obras tiveram início em abril deste ano e foram finalizadas recentemente. A implantação completa teve um custo de R$ 697.724,30 com recursos do Samae e da Prefeitura, sendo os procedimentos de compra realizados através de processos licitatórios e os serviços executados pela própria Autarquia.

Segundo Buzeti, para implantar o sistema e colocá-lo em funcionamento, uma equipe de profissionais trabalhou exclusivamente nas obras para instalação de tubos de coleta, passagem, interceptores e emissário nos últimos meses.

A nova Estação de Tratamento Compacta é a primeira desse modelo a ser implantada pelo Samae e o esgoto coletado passará por processo de tratamento biológico, sem adição de produtos químicos, para depois ser destinado ao Ribeirão das Abóboras com parâmetros de qualidade e sem prejudicar o meio ambiente.

O Prefeito José Maria salientou durante o evento que levar a rede de esgoto até a Taquara era um projeto ambicioso e que apenas com empenho de todos os envolvidos conseguiu ser realizado, resultando em grande economia aos cofres públicos, uma vez que o próprio Samae realizou o serviço, além de promover o bem estar de toda comunidade, pois como afirmou, investir em saneamento básico é também investir em saúde.

O distrito da Taquara, que hoje possui cerca de 500 habitantes, vai ter a partir de agora um sistema completo com capacidade para coletar e tratar o esgoto de até o dobro desta população visando um atendimento pelos próximos 20 anos sem que haja necessidade de adequações, visto que o projeto foi desenvolvido estimando o crescimento que pode ocorrer no futuro.

Após a cerimônia oficial de entrega da obra e descerramento da placa de inauguração da Estação de Tratamento, Buzeti salientou que a partir da próxima semana a comunidade já poderá solicitar sua ligação de esgoto junto ao Samae para começar a utilizar o serviço.

NC/PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios