Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Ibiporã 04/05/2017  10h18

Ibiporã se junta ao movimento Maio Amarelo

Prefeitura programou série de ações colocando em pauta o alto índice de mortos e feridos no trânsito e a importância das escolhas individuais positivas no dia a dia das ruas

Ibiporã também participa do Maio Amarelo, movimento mundial que marca a mobilização para a diminuição dos índices de mortes e acidentes de trânsito. A Prefeitura, por meio do Departamento Municipal de Trânsito, em parceria com a Circunscrição Regional de Trânsito (66ª Ciretran), programou ao longo deste mês uma série de ações, como palestras em escolas estaduais, contação de histórias para alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e orientações aos agentes municipais de trânsito e membros da Junta Administrativa de Recursos Administrativos (JARI) sobre crimes de trânsito, penalidades e processos administrativos da penalidade de multa.

Lamentavelmente, a cada dia, cresce o número de vidas ceifadas e/ou sequeladas no trânsito das nossas cidades, em parte, em decorrência da imprudência ao volante. Entendemos que a nossa ação deve ser incisiva no âmbito da educação, com medidas que possam culminar com a formação de cidadãos mais conscientes, enquanto pedestres e/ou condutores de veículos”, ressalta o diretor do Departamento de Trânsito, Euller Alexandre Gualberto.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo Observtório Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 25 países nos cinco continentes.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).

ASCOM/PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios