Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Quatorze ruas da área central de Ibiporã passarão a ter sentido único nos próximos dias. Segundo a Administração Municipal, o objetivo da implantação do sistema binário é dar mais fluidez e segurança ao tráfego nas vias mais movimentadas do município. “O número de veículos cresceu bastante, entretanto, as ruas continuaram com o mesmo tamanho de anos atrás, não comportando eficientemente a frota atual de veículos. Esperamos que com estas e outras alterações no sistema viário ocorra uma melhora acentuada em nosso trânsito”, justifica o secretário de Planejamento, Paulo Sérgio Victor.

Segundo levantamento mais recente do Detran-PR, em agosto Ibiporã possuía 28.555 veículos cadastrados, sendo 16.492 automóveis, uma média de 1,83 veículos por habitantes (52.330 – população estimada pelo IBGE em 2015). A média nacional de carros por habitante é de 5,2. Levantamento realizado pelo governo municipal aponta que houve um crescimento de 45% de veículos cadastrados no município nos últimos cinco anos.

Desde o início da semana uma empresa contratada pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) está instalando mais de 500 placas de advertência nas ruas que passarão a ter mão única. Posteriormente, servidores da Secretaria de Obras executarão a sinalização horizontal. Panfletos serão distribuídos à população e faixas afixadas nas rotatórias informando as mudanças. Também estão previstas campanhas educativas para orientar os munícipes acerca das alterações na sinalização viária. “A colocação das placas deve durar cerca de duas semanas. Já a pintura da sinalização deve levar mais tempo, pois para baratear custos utilizaremos a equipe e equipamentos da Prefeitura, que é pequena, e também precisar atender a outras demandas. Por isso, solicito a paciência e colaboração dos cidadãos”, justifica o prefeito José Maria Ferreira. O governo estadual aportou um recurso de R$300 mil para a realização das obras.

Além do sistema binário, as alterações no sistema viário incluem a implantação de estacionamento rotativo na área central e rotas alternativas para veículos de carga pesada e ônibus do transporte coletivo que fazem a linha intermunicipal. “O projeto prevê a exclusão de veículos pesados durante o horário comercial e os ônibus da linha intermunicipal também deixarão de trafegar pelas Avenidas Santos Dumont e Paraná, e pela Avenida Mário de Menezes até a André Sert. Isso enquanto o Terminal Rodoviário e Urbano funcionarem juntos. A ideia é que além do atual, que passa por reforma e ampliação, seja construído um outro terminal, distante do centro, apenas para os ônibus de carreira (viagem), auxiliando o trânsito de veículos e pedestres nas vias de maior movimento”, explica o prefeito.

Municipalização do trânsito

Desde o final do ano passado o governo municipal está realizando a municipalização do trânsito, que prevê a criação do Departamento de Trânsito e Urbanismo, Junta Administrativa de Recursos de Infração – JARI e Fundo Municipal de Trânsito. A estruturação do Departamento de Trânsito e Urbanismo atende ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que atribuiu responsabilidades ao Município no Sistema Nacional de Trânsito, tais como planejar, implantar, manter e operar o sistema de sinalização viária.

O Departamento de Trânsito e Urbanismo Municipal será responsável pela fiscalização e concentrará de modo especializado as competências atribuídas pela legislação relacionadas ao trânsito. Dois órgãos estarão vinculados ao Departamento, a JARI que regulamentará os julgamentos dos recursos interpostos contra peculiaridades impostas pelo Departamento de Trânsito e Urbanismo, e o Fundo Municipal de Trânsito e Urbanismo, incumbido de gerir os recursos e aplicá-los na melhora do trânsito, conforme previsto no art.320 do CTB. Estamos aguardando o credenciamento junto ao Detran PR para concluir o processo de municipalização do trânsito”, informa José Maria.

Todas estas propostas de alteração do sistema viário de Ibiporã foram discutidas em audiência pública realizada no dia 26 de novembro de 2014, no Centro de Convivência do Idoso Abílio de Paula.

Plano de Melhoria Viária

O plano de melhoria viária inclui a construção de rotatórias em cruzamentos perigosos e de grande movimento e reestruturação da malha rodoviária, com recape asfáltico e sinalização. “O objetivo da Administração Municipal é recapear, até 2016, 400 mil m² de asfalto na cidade. Somente na área central são 70 mil m², um investimento de mais de R$1 milhão.  A maioria das vias está recebendo recapeamento com Concreto Asfáltico Usinado a Quente (CBUQ), melhorando as condições de tráfego por muitos anos. Esta nossa conduta enxerga a Ibiporã do presente e preserva a Ibiporã do futuro. Esses recapes são para durar pelo menos 20 anos”, conclui o prefeito.

Ruas que passam a ter sentido único:

RUA

COMEÇA

TERMINA

R. MANOEL MARTINS

R. MASSATOSHI RONDEN

R. MARTINHO DINIZ

R. RODRIGUES ALVES

R. SETE DE SETEMBRO

R. CARLOS CAVALCANTI

R. XAVIER DA SILVA

R. OSVALDO CRUZ.

R VICENTE MACHADO

R. PAULO FRONTIN

AV. DOM PEDRO II

AV. JOSÉ BONIFÁCIO

R. PRIMEIRO DE MAIO

R. PE. VITORIANO VALENTE

R. RONAT WALTER SODRÉ

AV. DOS ESTUDANTES

R. FIORAVANTE DELPIN

AV. DOS ESTUDANTES

AV. MARIO DE MENEZES

AV. DOS ESTUDANTES

AV. MARIO DE MENEZES

AV. DOS ESTUDANTES

AV. MARIO DE MENEZES

AV. DOS ESTUDANTES

AV. DOS ESTUDANTES

AV. PARANÁ

R. MANOEL MARTINS

AV. ANDRÉ SERT

AV. DOS ESTUDANTES

R. RONAT WALTER SODRÉ

AV. DOS ESTUDANTES

R. RONAT WALTER SODRÉ

AV. DOS ESTUDANTES

AV. MARIO DE MENEZES

AV. DOS ESTUDANTES

AV. MARIO DE MENEZES

AV. DOS ESTUDANTES

AV. MARIO DE MENEZES

AV. ENGENHEIRO BELTRÃO

AV. DOS ESTUDANTES

AV. ANDRÉ SERT

R. MANOEL MARTINS

Núcleo de Comunicação Social/PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios