Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No Paraná, 67% dos óbitos dentro deste grupo foram causados pela COVID-19. Vacinar-se neste período, é essencial.

Conforme apresentado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA), a COVID-19 foi responsável por 67% dos óbitos de grávidas e puérperas, no Paraná, desde o início deste ano, até a segunda semana de junho.

Das 79 grávidas que faleceram, 53 foram vitimadas pela COVID-19. Até maio deste ano, de acordo com o Ministério de Saúde, o número de grávidas que morreram por causa da doença no Brasil, já era 70% maior do que o registrado em 2020.

Em entrevista concedida ao Portal G1 na semana passada, o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, comentou: “As alterações fisiológicas no final da gravidez deixam as mulheres mais sensíveis durante a infecção, a ter uma evolução não muito favorável. Por isso, passamos por um momento do aumento da interrupção precoce da gestação, além de muitas dessas gestantes também acabarem dentro de Unidade de Terapia Intensiva COVID, intubadas em seu pós-parto imediato.”

Ainda, segundo o secretário, a doença pode ser mais grave entre a 32º e a 33ª semanas de gravidez. Na semana passada, a secretaria de saúde do Paraná divulgou, em nota técnica, a volta da inclusão de grávidas e mães, até 45 dias depois do parto no Plano Estadual de Imunização.

"Todas as gestantes com mais de 18 anos estão aptas para tomar a vacina contra o coronavírus aqui no Paraná, desde que seja da CoronaVac ou da Pfizer", disse o secretário.

Em Ibiporã, estima-se, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que este grupo seja de 567 pessoas, e que destas, aproximadamente 15% já foram imunizadas. O processo para imunização do grupo caminha de maneira pausada, pois os imunizantes recomendados para gestantes e puérperas, são as vacinas CoronaVac e Pfizer, e o seu envio é realizado pelo Governo Federal, à governança estadual, que posteriormente encaminha aos municípios. Sendo assim, a Secretaria Municipal de Saúde de Ibiporã reforça às cidadãs gestantes ou puérperas, a importância da vacinação, como tem feito desde o início com os demais públicos, seguindo através do cadastro, e posteriormente do agendamento, sendo possível assim, a gestão segura dos imunizantes para o avanço da imunização da população de forma estratégica.

Este grupo, que já pode ser imunizado seguindo as instruções expressas no site, deve acessar o endereço virtual: https://ibipora.pr.gov.br/pagina/1647_Vacinacao-COVID-19.html, cadastrar-se enquanto grupo prioritário e posteriormente, agendar-se para a imunização no dia apresentado. Os novos cronogramas da imunização que está sendo realizada no Centro de Vacinação de Ibiporã, localizado na Rua Rodrigues Alves, nº25, serão disponibilizados durante esta semana e as próximas.

Desta forma, as gestantes e puérperas até 45 dias após o parto (com a presença ou não de comorbidades), através dos imunizantes que não contém o vetor viral, ou seja, Sinovac/Butantan (Coronavac®️) ou Pfizer/BioNTech (Comirnaty®️), sendo respeitada sua decisão e autonomia, serão imunizadas.

Para receberem a vacina, as gestantes sem comorbidades devem apresentar o exame laboratorial/ecográfico ou o cartão de pré-natal comprovando sua gestação atual ou, no caso de serem puérperas, comprovação do parto por documento de registro de alta hospitalar ou certificado de nascimento, sem necessidade de nenhum relatório específico.

A Secretaria Municipal de Saúde de Ibiporã recomenda ainda a manutenção das medidas não farmacológicas como o uso de máscaras, álcool 70%, higiene e lavagem das mãos, isolamento e distanciamento social durante a gestação e puerpério para enfrentamento da pandemia da COVID-19.

A vacina tem sido uma dose de esperança neste momento pandêmico. Por isso, siga as orientações expressas no site e vacine-se.

NCPMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.