Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Administração municipal está fazendo reforma e adequações para que o antigo prédio do Fórum de Ibiporã acomode a Secretaria de Saúde

A administração municipal iniciou no último dia 03 a reforma do prédio do antigo Fórum (localizado à Avenida dos Estudantes), o qual abrigará a Secretaria de Saúde e a Central de Abastecimento Farmacêutico de Ibiporã (Cafi). O local possui 863.92 m², divididos em dois andares; a parte de cima acomoda 16 salas e o térreo um salão.

A obra, que tem como fiscal o secretário de Planejamento, Paulo Sérgio Victor, está sendo executada pela Rezende Construções Civis LTDA, de Londrina, que venceu a Licitação na modalidade Tomada de Preço nº 23/2015 e tem previsão de término em 60 dias. A administração está investindo R$ 72.661,75 de recursos próprios.

O projeto da reforma e adequação foi executado pela arquiteta e urbanista da secretaria de Obras da Prefeitura, Henriete Mueller. Segundo a arquiteta, será reaproveitada toda a estrutura possível. "As adequações serão realizadas com a troca de pisos, pintura será refeita, parte elétrica e construção de um novo acesso à prefeitura, através do estacionamento", explica ela.

 Para o diretor de saúde, Ilto de Souza, as novas instalações da secretaria de Saúde favorecerão muito a população que utiliza os serviços da Cafi. "Todos aqueles que precisam de medicamentos ou leite especial do setor de serviço social da Secretaria de Saúde terão a facilidade de retirá-los na área central, diminuindo o tempo e também custos", adianta ele.

As melhorias aplicam-se também aos servidores que trabalharão em um espaço que atende às necessidades dos serviços. "Temos consciência que para prestar bom serviço ao cidadão e também para que os servidores desempenhem de forma adequada sua atividade, os espaços físicos precisam estar de acordo. Hoje os locais alugados em que a secretaria funciona, apresentam dificuldades de funcionamento na condição de receber os nossos servidores e equipamentos, por causa do pouco espaço", avalia o prefeito José Maria.

 Com a entrega do prédio, a administração economizará em aluguel entre R$ 4,5 e 5 mil, por mês. "Além do aluguel, os custos de energia elétrica e combustível serão economizados pela centralização dos serviços em um único prédio", argumenta o prefeito. "O valor total do investimento será em torno de R$ 120 mil com a reforma, adequação, mobiliário e equipamentos. Entretanto, será recuperado em aproximadamente dois anos por causa da economia com os alugueis", revela José Maria.

 A nova sede da Secretaria de Saúde contará com aproximadamente 70 servidores divididos entre setor administrativo, agendamento de consultas especializadas e exames, vigilância em saúde, vigilância sanitária, endemias e programas de saúde.

NC/PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios