Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Centro de Saúde abrirá das 8 às 16h para vacinar pessoas pertencentes aos grupos prioritários. Campanha encerra-se em 30 de junho

Amanhã (27) acontece mais um “Dia D” de vacinação contra a gripe em Ibiporã. O Centro de Saúde estará aberto das 8 às 16 horas somente para imunizar pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e que ainda não se vacinaram este ano: idosos, profissionais de saúde, pessoas com deficiência, adultos de 55 a 59 anos, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, professores da rede pública e privada, doentes crônicos e pessoas com condições clínicas especiais, crianças (de 6 meses e menores de 6 anos), gestantes e mulheres no pós-parto até 45 dias (puérperas).

A Secretaria Municipal de Saúde informa que o atendimento será rápido, pois vários profissionais trabalharão neste dia. Para se imunizar, basta levar documento pessoal com foto, carteira de vacina, prescrição, laudo ou receita médica para pessoas com deficiência e portadores de doença crônica, e comprovante profissional para trabalhadores da saúde, forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, transporte coletivo e professores.

Campanha de vacinação contra gripe e sarampo termina dia 30

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (Gripe) termina na próxima terça-feira (30). As doses estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde: Centro de Saúde, Serraia, San Rafael, La Fontaine (Agenor Barduco), Jardim John Kennedy e Taquara do Reino. A Secretaria de Saúde solicita que as gestantes e puérperas procurem a UBS do Jardim Bom Pastor para se imunizar.

Conforme preconizado pelo Ministério da Saúde, a meta é atingir 90% de cobertura vacinal em cada um dos grupos prioritários. Em Ibiporã, a imunização entre idosos e trabalhadores de saúde já superou este percentual – 120,65% e 108,46%, respectivamente. Contudo, a cobertura vacinal de alguns grupos preocupa, como crianças de seis meses a menores de 6 anos – 42,83%; gestantes – 63,12%; puérperas – 53,33%, e adultos de 55 a 59 anos – 41,59%. Até o dia 24, 13.829 pessoas haviam sido imunizadas em Ibiporã. “Por isso, pedimos que quem ainda não se vacinou procure o serviço para se imunizar contra a gripe”, salienta a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Vanessa Luquini.

A vacina contra a influenza fornecida pelo Ministério da Saúde é composta por vírus inativado, e protege contra os três vírus que mais circularam no ano passado pelo hemisfério sul. São eles: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). Ela não evita a infecção pelo coronavírus, mas é especialmente importante porque protege a pessoa principalmente da contaminação e de quadros respiratórios mais graves e internamentos relacionados aos vírus da Influenza, contribuindo para o diagnóstico diferencial da Covid-19.

Sarampo

Também se encerra na próxima terça-feira (30) a Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo. Estão sendo imunizados, indiscriminadamente, adultos de 20 a 49 anos.

A vacina é importante, pois no Paraná ainda há a circulação do vírus que transmite a doença, altamente contagiosa. A vacina é a única forma segura de prevenção.

O sarampo é uma doença transmitida por secreções como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse. O período de incubação, ou seja, o tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas, é de cerca de 12 dias, mas a transmissão pode ocorrer antes do aparecimento dos sintomas e se  estender até o quarto dia depois que surgiram placas avermelhadas na pele.

O sarampo é uma doença potencialmente grave. Em gestantes, pode provocar aborto ou parto prematuro.

Caroline Vicentini/NCPMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios