Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A intenção da prefeitura é que as novas atrações já estejam funcionando no final de novembro.

Em breve dois lagos de Londrina terão novas atrações para turismo e lazer. Foi aberto o edital de licitação, modalidade pregão presencial, para a exploração onerosa de pedalinhos, caiaques e stand up paddle nos lagos Igapó II (região Sul) e do Lago Cabrinha (região Norte). A iniciativa partiu do prefeito Marcelo Belinati, que delegou a Codel o arranjo turístico e de negócios, ao Ippul o projeto arquitetônico inicial e à CMTU-LDA a responsabilidade pela licitação e gerenciamento do projeto.  A expectativa é que a inauguração das atividades ocorra junto com a programação cultural e de decoração organizada para o final do ano na cidade.

As benfeitorias e estruturas que serão incorporadas definitivamente aos lagos são: mirante e deck, rampa para pier, plataforma flutuante, containers par venda de ingressos e lanchonete.

A licitação dividida em dois lotes soma ao todo 740 mil reais e compreende apenas os espaços públicos, sem benfeitorias incorporadas. A construção e a implantação da estrutura física serão feitas integralmente pela concessionária. A superfície aquática utilizada pela será delimitada pela CMTU-LD no momento da vistoria e aprovação da implantação do Projeto.

O presidente da Codel, Bruno Ubiratan, comemorou a abertura do edital, lembrando que o potencial turístico de Londrina cresce a cada dia. “A cidade toda bem cuidada, com novas obras, limpa e florida, já é uma atração em si. Soma-se a isso um setor hoteleiro, de restaurantes e bares super organizado, comércio fortíssimo, atrações naturais e culturais, o turismo rural, de eventos e de conhecimento. Cada equipamento instalado reforça a ideia de que queremos atrair visitantes e consolidar a admiração do londrinense pela cidade”, afirma Bruno.

O edital foi publicado em 28 de setembro. A abertura e avaliação de propostas estão marcadas para 13 de outubro, às 10 horas, logo após o credenciamento.

A vencedora terá prazo de 15 dias, após a assinatura do termo de concessão, para apresentar os projetos topográfico, estrutural, hidrossanitário e elétrico.  E após a aprovação, 30 dias corridos para a implantação da estrutura.  O prazo de execução será de 10 anos.

Atividades aquáticas de baixa velocidade estão relacionadas a momentos agradáveis em família ou com amigos. De acordo com estudo elaborado pelo Sebrae, pedalinho combina com final de semana, com passeio de bicicleta, com trilha ecológica e com um passeio familiar.  São pequenas embarcações para um ou mais passageiros que acionam suas pás através de pedais. Podem ser encontrados em parques com lagos, hotéis, praias, barragens e em áreas destinadas aos esportes náuticos em geral. Tem tudo a ver com o turismo ecológico, em contato com a natureza.

Além dos modelos tradicionais de fibra para duas pessoas, poderão ser implantados pedalinhos quádruplos, caiaque individual, caiaque duplo e prancha de stand up paddle. O público alvo desse segmento é composto por crianças de todas as idades acompanhadas pelos responsáveis.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.