Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Intenção é realizar reparos em todas as 19 capelas mortuárias de Londrina

Pensando em melhorar cada vez mais os espaços das capelas mortuárias, a Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina (ACESF) deu início a melhorias nas capelas do Conjunto Santa Rita e do Parque Jamaica, na região do “Grande Jardim Bandeirantes” região oeste. Os trabalhos tiveram início no dia 18 de maio e devem finalizar na próxima semana.

O objetivo é aproveitar o momento em que as capelas estão fechadas, devido às regras de prevenção à pandemia do Coronavírus, para reformar estes espaços, visto que para estas reformas teriam que ser interditados. Assim, após avaliação dos locais, estão sendo feitos reparos nos telhados, na parte elétrica e hidráulica e a pintura na parte interna e externa sempre que necessário. Com isso, a ACESF espera revitalizar todas as capelas, inclusive as localizadas na zona rural, até o final deste ano.

O gerente de fiscalização e manutenção dos cemitérios, Ademir Gervásio de Souza Júnior, explicou que, no momento, estão em funcionamento as capelas mortuárias da Avenida Juscelino Kubitscheck, 2.948, que fica em frente ao Cemitério São Pedro (região central) e da Avenida Saul Elkind, 2.805, situada em frente ao Cemitério Jardim da Saudade (zona norte). Estes são os locais com mais movimento respectivamente, seguidos das capelas do Parque Jamaica (que atende, em média, a sete velórios por mês) e do Conjunto Santa Rita (que atende, em média, a cinco velórios mensais). “A intenção é levarmos melhorias a todas as capelas de Londrina até o final do ano, se o clima ajudar. Vamos fazer os reparos necessários, como pintura e consertos, nas que estão interditadas por causa da pandemia. Depois, quando elas reabrirem ao público, faremos os consertos nas capelas da sede da ACESF e no Jardim da Saudade”, explicou o gerente da ACESF.

Na Capela Mortuária Arcídio Carreira, que fica no Parque Jamaica, os servidores da ACESF estão aumentando a calçada interna, para dar mais conforto aos cidadãos que utilizam o espaço. Assim, os bancos que estão na grama ou no pedrisco ficarão em uma área calçada. Também estão sendo pintadas as paredes internas e externas, e foram feitos reparos no telhado, com a troca de telhas, calhas de água da chuva e vedação nova, para evitar que ocorram novas infiltrações.

Já na Capela Mortuária Ângelo Stevan Luiz, que fica no Conjunto Santa Rita 1, estão sendo pintados os espaços internos e externos. Após a finalização dos serviços nas capelas citadas, os servidores devem iniciar as melhorias nas capelas mortuárias José Laurindo da Silva (no Jardim Maracanã) e Leôncio da Silva Costa (no Jardim União da Vitória II).

Além disso, uma das capelas do Jardim da Saudade já recebeu a pintura antes do período da pandemia e está sendo feita a ampliação geral do muro e ampliação da altura do mesmo como medida de segurança. Em Londrina, há 19 capelas mortuárias, sendo cinco localizadas na área rural, nos Distritos de Maravilha, Paiquerê, Guaravera, Lerroville e Warta. Atualmente, devido ao Coronavírus, estão abertas as duas capelas da sede da ACESF e as três do Jardim da Saudade, sendo que os velórios podem durar, no máximo, duas horas e devem seguir as medidas de prevenção para não aglomerar pessoas.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios