Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Vereador Jairo Tamura aprovou junto à Câmara Municipal de Londrina, seu Projeto de Lei, nº 55/2021, que visa estabelecer que o Laudo Médico Pericial para comprovação do Transtorno do Espectro Autista (TEA) seja emitido de maneira definitiva e apresente prazo de validade indeterminado.

Autismo é um espectro de transtornos que pode variar em graus de comprometimento, intensidade e em características, a depender de cada indivíduo. O diagnóstico é essencialmente clínico, realizado através de observações de comportamento, entrevistas/depoimentos, escalas de avaliação, dentre outros. Somente após uma avaliação minuciosa, o profissional emite então um laudo atestando a condição do espectro autista. O laudo médico é um documento de extrema importância, pois além de indicar um norte com relação às terapias e tratamentos, auxilia também na garantia dos direitos. Entretanto, em diversas situações, as pessoas com TEA e seus responsáveis enfrentam exigências burocráticas excessivas por parte de empresas e órgãos públicos, que solicitam constantemente laudos renovados, onerando em tempo e dinheiro para as pessoas com autismo e seus familiares.

Segundo Jairo Tamura, não faz sentido que as famílias enfrentem tal burocracia, uma vez que o quadro de uma pessoa diagnosticada com TEA é irreversível.

Como já é sabido por parte da população, o Vereador Jairo Tamura vem defendendo a causa do autismo desde seu primeiro mandato (hoje já no terceiro), realizando diversas leis e ações de conscientização para a sociedade.

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.