Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Idosos estão participando de diversos grupos, por meio do WhatsApp, os quais proporcionam interação social, troca de informações e novos conhecimentos

A Secretaria Municipal do Idoso (SMI) está promovendo diversas atividades virtuais voltadas aos idosos de Londrina, principalmente aos que já participavam dos Centros de Convivência do Idoso (CCIs) da cidade. O objetivo é continuar levando informações e proporcionar interação entre eles, durante o período de isolamento social ocasionado pela pandemia do novo coronavírus, que cancelou agenda presencial de ações, para segurança dos idosos, grupo de risco da doença.

A SMI conta com mais de 20 grupos de WhatsApp, como o de Atividade Física, executado em parceria com os educadores físicos do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Por meio desta ação, os idosos têm acesso semanal a quatro vídeos novos, disponibilizados por meio do YouTube, voltados a atividades diversas, como alongamento e aeróbico. Segundo a gerente de Articulação Comunitária da pasta, Rosely Sonoda Gomes, os participantes destes grupos já participavam das atividades físicas nos CCIs, antes da pandemia. Cerca de 200 idosos têm acompanhado as aulas todas as semanas.

As pessoas que desejarem ter acesso a vídeos podem acessar o link https://www.youtube.com/channel/UCEzrcKMBqOSr4b99wXVMSZA. Os idosos cadastrados nos CCIs e que participam do Grupo de Atividade Física recebem acompanhamento, por meio do WhatsApp, dos estagiários da Secretaria do Idoso, com supervisão dos profissionais do NASF, os quais podem tirar dúvidas e receber orientações.

A SMI também disponibiliza o Grupo de Socialização, que visa manter o vínculo entre os idosos que se viam com freqüência, nos CCIs, antes da pandemia. “Dessa maneira eles podem interagir, enviar mensagens, trocar as experiências do dia a dia e enfrentar a situação atual sabendo que eles não estão sozinhos”, contou Rosely.

Outro grupo disponibilizado é o Informativo. Por meio dele, os idosos recebem informações importantes, selecionadas pela equipe da secretaria, relacionadas a orientações sobre golpes, entre outros assuntos. Neste grupo, os participantes também recebem mensagens motivacionais, importantes durante o isolamento social, além de atividades cognitivas.

Os idosos que participaram do Projeto Idoso Conectado, que auxiliou os participantes a terem mais conhecimento sobre os aparelhos celulares e os aplicativos disponíveis no mercado, também têm grupos de WhatsApp, executados em parceria com a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar). No grupo, além de manter o vínculo entre os idosos, eles relembram o conteúdo que aprenderam durante o curso e recebem informações novas.

Segundo Rosely, o retorno das atividades virtuais tem sido muito positivo. “Os idosos sempre relatam satisfação com as ações e essa é uma maneira de proporcionar que eles mantenham o vínculo social. Sabemos que neste momento de isolamento, o uso da tecnologia é muito importante, pois possibilita que a pessoas estejam próximas, mesmo que distantes fisicamente”, enfatizou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios