Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Após o final desta segunda fase de comercialização, o empreendimento alcançará quase 600 unidades habitacionais já vendidas

Foi assinado, ontem (18), o primeiro contrato da Fase 2 de compra e financiamento do bairro planejado Bem Viver Londrina, em fase de construção na região norte. Por meio deste empreendimento, serão viabilizadas 866 moradias para famílias que irão morar em uma área nova e com toda a infraestrutura necessária. O jovem casal Vitória Cristine de Brito e Gustavo de Assis Batista fez a assinatura do primeiro contrato representando 309 famílias deste segundo lote, que irão morar futuramente neste bairro. Antes, em abril, já haviam sido negociadas as primeiras 279 moradias.

Representando o prefeito Marcelo Belinati, o presidente da COHAB-LD, Luiz Cândido de Oliveira, participou do encontro juntamente com Fred Escobar, diretor comercial da Pacaembu Construtora, responsável pela construção do novo empreendimento. Além deles, estiveram presentes na sede da construtora a superintendente executiva de varejo da Caixa Econômica, Viviane Barcala, os secretários municipais de Planejamento, Marcelo Canhada; e de Cultura, Bernardo Pellegrini; o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, além de outros representantes da Prefeitura e de órgãos municipais.

Durante a assinatura do primeiro contrato, Vitória, que é auxiliar administrativa, e Gustavo, aprendiz de mecânico, contaram que sentem-se muito realizados e contentes por formalizar o contrato de compra e financiamento da primeira casa própria. “Nós não esperávamos que teríamos uma oportunidade tão boa como essa para adquirir uma casa. Após avaliar juntos como seriam as condições, não deixamos passar essa chance e decidimos comprar o imóvel. Pretendemos nos casar daqui dois anos e ter uma casa própria vai ser algo único e especial, transformando esse desejo em realidade”, celebrou Vitória.

O valor da parcela da casa própria, que será paga quando eles se mudarem, será de R$ 564,41, quantia mais barata que o aluguel que pagam hoje. “Ficamos muito felizes em agarrar essa oportunidade, porque não é tão fácil comprar a uma casa própria de qualidade assim, em um bairro planejado, de forma acessível como surgiu agora. Procuramos a construtora por meio de um amigo que nos indicou, e que já tinha feito um outro acordo antes deste empreendimento aparecer. Não achávamos que daria certo, mas as condições foram muito facilitadas e favoráveis. Coube no orçamento e agora teremos nossa casa, saindo do aluguel”, contou Gustavo.

Segundo o presidente da COHAB-LD, Luiz Cândido de Oliveira, o Bem Viver é mais um empreendimento importante para a cidade, permitindo a realização da casa própria para centenas de família. “A primeira fase já foi toda comercializada. E das 309 unidades do segundo lote, grande parte já está vendida. É muito bom ver um casal jovem assinando o contrato e representando tantas famílias contempladas. Além das 866 moradias do primeiro projeto Bem Viver Londrina, posteriormente teremos uma nova etapa com mais 643 unidades habitacionais, em outros empreendimentos da mesma construtora, sendo que a liberação foi feita pelo governador na última semana. Assim, chegaremos a praticamente 1.500 moradias viabilizadas pelo Bem Viver. Mesmo na pandemia, diferentes iniciativas estão sendo implementadas com a participação da COHAB”, comentou.

O diretor de Relações Institucionais da Pacaembu Construtora, Fred Escobar, deu mais detalhes sobre o empreendimento Bem Viver Londrina. “Será um bairro planejado, dotado de toda a estrutura com iluminação pública, asfalto, calçadas, água e esgoto, oferecendo qualidade de vida às famílias. A nova área estimulará, ainda mais, os setores comércios e serviços na região norte. As casas, com área média em torno de 160 m² dão espaço para ampliação das casas, e o mais importante, os moradores vão deixar o aluguel para pagar por algo seu. O Bem Viver é o primeiro empreendimento da Pacaembu na cidade e já é sucesso. Agradecemos a todas as famílias que estão depositando confiança em nosso trabalho. Novos empreendimentos e oportunidades virão”, enfatizou.

Investimento e estrutura

Ao todo, o investimento para construção do bairro planejado Bem Viver Londrina será de R$ 115 milhões. A iniciativa é parte do programa Casa Fácil Paraná, do governo estadual, e ocorre por meio de convênio envolvendo Pacaembu Construtora e Companhia de Habitação do Paraná (COHAPAR), em parceria com a Prefeitura de Londrina, por meio da COHAB-LD). O atendimento é feito a famílias com renda mensal a partir de R$ 1.600,00, que podem adquirir sua casa com valor a partir de R$ 127.990 mil.

O empreendimento está sendo implantado na Avenida Bento Amaral Monteiro com Rua Silvério Plagia, na região norte. O projeto inclui ruas pavimentadas, sistema de galerias de água e esgoto, iluminação pública, energia elétrica, acessibilidade, sinalização viária, ciclovia e arborização. Outros ambientes que irão compor a área do empreendimento são espaços para atividades físicas e lazer, incluindo academia ao ar livre, pista de patins, parquinho infantil, entre outros.

O Bem Viver Londrina será composto por terrenos com área de 160 m², sendo 46,27 m² de área construída. Cada lote será dividido em sala integrada, dois quartos, cozinha e um banheiro. As casas não são geminadas e possibilitam ao proprietário expandi-la futuramente.

Comercialização

Para as famílias interessadas, a Loja Pacaembu fica na Avenida Saul Elkind, 1.470, Conjunto Vivi Xavier. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, sempre seguindo as regras de segurança sanitária contra a Covid-19. O telefone para informações é o (43) 3771-0359. A Pacaembu Construtora também está atendendo e recebendo a documentação online pelo WhatsApp (42) 99143 7191.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.