Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O presidente do Itaú Unibanco, Candido Bracher, respondeu ao ofício enviado pela Comissão que Defende os Direitos da Criança, Adolescente, Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai), da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), pedindo providências no caso da idosa de 84 anos que sofreu maus tratos em uma agência bancária de Londrina, há pouco mais de uma semana.

No ofício enviado, em nome do Itaú Unibanco, ele se desculpa pela situação relatada. Disse que tem trabalhado intensamente em uma agenda que tem o desafio de mobilizar os quase 100 mil colaboradores a oferecer o melhor atendimento a quem procura os produtos e serviços. Falou ainda que, logo que tomou conhecimento desse caso, acionou as áreas internas para buscarem alternativas ao processo de realização da Prova de Vida com o menor impacto possível para quem tem dificuldade de locomoção.

“O presidente do banco nos repassou o contato de quem está acompanhando o caso para podermos ver quais providências efetivas devem tomar nos próximos dias especificamente sobre o caso”, disse o deputado Cobra Repórter, presidente da Criai.

Relembrando o caso

Dona Lázara Maria de Souza, de 84 anos, tem Mal de Alzheimer e foi levada pela filha até uma agência bancária do Calçadão de Londrina para fazer prova de vida. Como estava chovendo, a filha pediu ao gerente que fosse até o estacionamento tirar a prova de vida, mas o gerente se recusou. Na tentativa de levar a idosa até a agência, a cadeira de rodas tombou na rampa de acesso ao banco e a idosa acabou se machucando: fraturou o braço e teve traumatismo craniano leve.

Meire Bicudo/Asimp

Comentários:

De: Cris Fernandes
19/08/2019 às 10:55

Bom dia, e humilhante o que os banco fazem com os idosos, meu marido de 82 dois foi humilhado, pela gerente do banco itau sem avisa familiares que ia encerrar a conta do mesmo, ele passo mal e mesmo assim deixaram sair, com uma contia em dinheiro, em mãos sozinho, arrasado pressão, diabetes, pela humilhação.No Brasil e muito triste envelhecer, o preconceito grande.


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios