Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A transmissão do debate será pelo canal do Coletivo Black Divas no YouTube, a partir das 19 horas de quinta-feira

Nesta quinta-feira (10), às 19 horas, o Coletivo de Mulheres Negras de Londrina, junto com representantes da Marcha do Orgulho Crespo BR e do Black Community, vai realizar um encontro on-line para debater a violência contra as mulheres, em especial, as mulheres negras. O encontro é aberto ao público e será transmitido pelo canal do Coletivo Black Divas no YouTube (clique aqui para acessar).

O evento marcará o Dia Internacional dos Direitos Humanos (10), assim como o término das atividades alusivas à campanha internacional dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Para isso, o debate discutirá a violência e buscará incentivar o protagonismo feminino, especialmente por parte das mulheres negras. Dessa forma, será trabalhada a necessidade da igualdade racial e de gênero, por meio de ações educativas e sociais como a valorização da cultura negra, do empoderamento feminino, do combate ao racismo e o enfrentamento da violência contra a mulher.

Para a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes, a campanha dos 16 dias vem promovendo importantes discussões sobre temas muitas vezes silenciados na sociedade. Portanto, é essencial abrir espaços de fala e debates para grupos e coletivos como o Black Divas. “A conscientização da sociedade sobre a violência contra a mulher é importantíssima, inclusive em relação aos homens. Somente assim vamos conseguir construir uma sociedade mais justa e igualitária, onde todos se ajudam e combatem as diferentes formas de violência, especialmente as cometidas contra as mulheres e os negros”, disse Doy.

Sobre a campanha

Os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é um movimento internacional que começou em 1991 e já possui adesão de 160 países. A ação foi criada por ativistas do Instituto de Liderança Global das Mulheres, da ONU. Em Londrina, a iniciativa é coordenada pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SMPM), com a participação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) e da Gestão Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Vários parceiros também promoverão ações nestes 16 dias, incluindo a Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Londrina); a Delegacia da Mulher; o Coletivo Black Divas; o grupo Evangélicas pela Igualdade de Gênero (EIG); a Universidade Estadual de Londrina (UEL), com o Grupo de Pesquisa Gênero e Políticas Públicas; o Projeto de Extensão Universitária Women in Engineering (WIE); e o Grupo de Trabalho sobre Violência contra as Mulheres: Projeto Safety.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios