Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A empresa Ativa Locação mostrou que é possível converter adversidades em ações genuínas de empatia e respeito.

No domingo do dia 19 de agosto, Flávia Perini e Davi - mãe e filho - jogavam bola no lago Igapó, quando Keilo, motorista que guiava um veículo do grupo Ativa Locação, entrou no aterro para realizar o desmonte de banheiros químicos, um dos principais produtos da empresa.

Ao realizar uma manobra, o veículo acidentalmente atingiu a bola de Davi, estourando-a, o que ocasionou frustração e o fim da brincadeira.

Flávia enviou uma mensagem à empresa, relatando aborrecidamente os fatos - e com toda razão, cobrando uma atitude do responsável.

Diante da situação, o grupo Ativa foi além do costumeiro pedido de desculpas virtuais  e demonstrou ter uma conduta que raramente se vê nos dias atuais: enviou à casa da família Perini o Sr. Carlos, gestor da unidade de Londrina/PR, e o motorista Keilo, para que entregassem pessoalmente uma bola novinha ao Davi.

O que seria uma mero incidente se transformou em um gesto valioso para todos os envolvidos, proporcionando a oportunidade de criar diálogo e estreitar os laços de uma relação que deveria ser mais humanizada - a relação entre corporação e público final.

Como desfecho, fica uma lição importante a ser ensinada e aprendida; sempre há tempo - sempre - para se comprometer com a valorização do próximo.

João Bruno C. Lima/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios