Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No ano passado, quase mil estudantes participaram do programa Escola na Câmara, em 20 visitas monitoradas ao prédio do Legislativo Municipal

A Câmara Municipal de Londrina (CML) já está recebendo inscrições de escolas públicas e particulares interessadas em participar do programa de visitas Escola na Câmara. Por meio da iniciativa, alunos do 3º ao 9º anos do ensino fundamental e do ensino médio participam de um tour pelo prédio do Legislativo Municipal e conhecem mais sobre o trabalho desenvolvido pelos vereadores. As visitas ocorrem nas manhãs de segunda e nas tardes de sexta-feira, e podem ser agendadas no setor de Cerimonial da Câmara pelo telefone 3374-1275.

O programa foi lançado oficialmente pela CML no dia 21 de maio de 2019. Ao longo do ano passado, foram realizadas 20 visitas monitoradas ao prédio do Legislativo, com 862 estudantes de 17 escolas de Londrina. Segundo o presidente da CML, vereador Ailton Nantes (PP), a iniciativa é uma maneira de os estudantes conhecerem de perto o trabalho desenvolvido pela Câmara. "A participação popular é fundamental na aproximação da comunidade com a Câmara. O desconhecimento ainda é significativo com relação às funções do legislador, e isso confunde o público em eventuais avaliações do trabalho do Legislativo", afirma.

Diretora da Escola Municipal Mábio Gonçalves Palhano, Stefany Diniz Spezzotto diz que as crianças muitas vezes têm dificuldades em compreender os três Poderes e, com a visita, elas conseguem visualizar as funções do Legislativo. "Ficou muito claro o que acontece na prática", conta ela, que enviou alunos do 4º e 5º anos do ensino fundamental para a edição 2019 do projeto.

De acordo com a diretora, a iniciativa complementou as informações repassadas pelos professores em sala de aula, principalmente em relação aos direitos e deveres na vida em sociedade e às responsabilidades desempenhadas pelos diferentes Poderes no município, no estado e no país. "O programa é importante para que os alunos consigam aprender a diferenciar e a entender a relação do prefeito com os vereadores. Muitas vezes as famílias acham que tudo pertence à prefeitura", afirma.

"Foi importante para [os alunos] entenderem as divisões, as relações de composição de uma lei, a estrutura e não só o que é noticiado sobre a função do vereador no senso comum, a importância da existência da Câmara. Viram a história da Câmara no painel de fotos. Analisaram quantas mulheres havia e ficou de concreto uma percepção", avalia Carolina Valentini, coordenadora pedagógica da Escola Fase, cujos alunos também participaram do projeto no ano passado.

O programa

O programa Escola na Câmara é voltado a estudantes dos ensinos fundamental e médio. Para a visita monitorada foram desenvolvidos dois roteiros, conforme a etapa de escolaridade dos alunos, com os conteúdos elaborados em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e o Núcleo Regional de Educação do Paraná.

O tour tem duração aproximada de 1h30 e começa no painel histórico instalado no hall de entrada do prédio do Legislativo, onde há fotos de todos os ex-presidentes da casa, das vereadoras que já passaram pela Câmara e de todos os imóveis que foram sede do Legislativo em Londrina. Depois de conhecerem um pouco da história da Câmara, os estudantes recebem informações sobre a importância da participação popular, as funções de um vereador, a rotina parlamentar e os procedimentos da casa legislativa. Os alunos também conhecem os espaços físicos da Casa e participam de uma conversa com dois vereadores.

Antes do início do projeto, as visitas eram feitas por convites e pedidos avulsos, sem um programa institucional e um roteiro unificado. Com o programa, a ideia é garantir a pertinência dos conteúdos com o que os alunos aprendem na escola.

Marcela Campos/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios