Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com jornadas diárias de até 34 km, passeio deve durar cinco dias e quatro noites; ação conta com apoio da CMTU e Codel

Imagine atravessar um percurso entre Londrina e Maringá recheado de trechos de mata, serra, rios, pastagens, lavouras e capelas em pequenos povoados. Junte a isso a oportunidade de conhecer lugares onde a correria da vida moderna passa longe e, de quebra, experimentar a culinária de comunidades locais. É com essa proposta que um grupo de pessoas percorrerá a pé os 120 km do caminho do Desafio das Catedrais, rota que liga os maiores municípios do norte e noroeste do estado.

Diferente do evento original, em que a ideia é concluir a caminhada entre as duas cidades em 24 horas, nesta modalidade a ideia traçar um itinerário que possa ser peregrinado aos poucos. Sem pressa ou espírito competitivo, com tempo para conhecer os personagens e as histórias dos vilarejos visitados.

A ideia é sair da Catedral Metropolitana de Londrina, às 8h, do dia 15 de agosto, uma quarta-feira, e chegar a Maringá no domingo, dia 19. Até o ponto final, na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, serão 5 dias e 4 noites com o pé na estrada. Tudo isso num clima de amizade e tolerância, em que o desenvolvimento pessoal fica acima de qualquer caráter religioso.

As inscrições para o evento – que já soma 14 participantes confirmados – custam R$ 550,00 e podem ser feitas pelo e-mail desafiodascatedrais@gmail.com ou, ainda, pelo WhatsApp (43) 9-9976-6603. O valor inclui café da manhã, almoço e jantar durante a viagem, água para hidratação, transporte das bagagens, hospedagem nos pontos de descanso e fornecimento de certificado.

Segundo o idealizador da caminhada, Arnaldo Amaral Filho, o evento visa equiparar o trecho, guardadas as devidas proporções, ao Caminho de Santiago de Compostela – conjunto de rotas na Europa percorridas desde o século IX e considerado Patrimônio da Humanidade. “Além de promover a interação entre os participantes e favorecer momentos de reflexão, a intenção também é resgatar a memória dos pequenos povoados por onde vamos passar. Queremos trazer informação e, ainda, fomentar o turismo e o empreendedorismo rural”, afirmou.

Outro objetivo, segundo Amaral, é que a caminhada seja institucionalizada pelos gestores das duas cidades, passando a integrar o cronograma oficial de eventos em Londrina e Maringá. A Prefeitura de Londrina apoia a realização do evento por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) e da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).

Ascom/CMTU

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios