Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.


Cooperativa Agroindustrial de Londrina receberá Medalha Ouro Verde em sessão solene nesta sexta (8), por iniciativa do vereador Péricles Deliberador

No ano em que completa 55 anos de atuação no mercado do leite, a Cooperativa Agroindustrial de Londrina (Cativa) será homenageada pela Câmara Municipal de Londrina com a Medalha Ouro Verde. A solenidade será realizada no dia 8 de março, às 20 horas, na sala de sessões do Legislativo, com transmissão online pelo site www.cml.pr.gov.br e canal da Câmara no Youtube. A entrega da honraria é uma iniciativa do vereador Péricles Deliberador (PSC), por meio da lei nº 12.747/2018.

Com cerca de 10 mil cooperados, a Cativa tem hoje captação diária de 1,5 milhão de litros de leite. Na Unidade Industrial da cooperativa em Londrina, localizada na Avenida Arthur Thomas, na região Oeste da cidade, a capacidade de produção é de aproximadamente 600 mil litros de leite UHT por dia. “A Cativa é uma grande expoente do setor e foi a responsável pelo crescimento da bacia leiteira no Norte do Paraná. No ano passado eram 500 empregos diretos gerados pela cooperativa. Além disso, a Cativa tem incentivado os cooperados a utilizarem tecnologia avançada para ampliarem a produção de leite, o que ajuda a gerar mais renda para os produtores e para o município. Hoje ela tem cooperados, inclusive, fora do estado, em São Paulo e Santa Catarina”, afirma Deliberador.

História

Fundada em 1964, quando Londrina era reconhecida como “a capital mundial do café”, a então Cooperativa Agropecuária de Londrina uniu um grupo de produtores de leite determinados a intensificar e dar qualidade à captação e ao envase da bebida. Nos anos seguintes passou a fabricar derivados, como doce de leite, queijo parmesão e requeijão, premiados em concursos nacionais por sua qualidade. Com o tempo, tomou novos rumos: em 2012, alterou seu estatuto social tornando-se Cooperativa Agroindustrial de Londrina e no início de 2018 comprou a central de cooperativas Confepar Agroindustrial.

Hoje a cooperativa abrange as marcas Polly e Cativa, com a oferta de produtos como leite longa vida, achocolatado, creme de leite, iogurte, manteiga e leite em pó. Também possui sua fábrica própria de suplementos minerais para a nutrição de bovinos de leite, bovinos de corte em sistema de pastagem e confinamento, equinos e ovinos. Os produtos são comercializados em 26 lojas agropecuárias espalhadas pelos estados do Paraná (22) e de São Paulo (quatro). E a previsão é de abertura de mais quatro lojas ainda neste ano. Segundo o presidente da Cativa, Paulo César Maciel, a cooperativa tem investido também em logística, com a ampliação da frota própria para facilitar o percurso até a indústria. “Hoje temos cerca de mil cooperados em São Paulo e 1,2 mil em Santa Catarina. E adquirimos em torno de 25 carretas e caminhões”, diz.

Filho de um dos fundadores da Cativa e há 13 anos na liderança da cooperativa, Maciel considera que a homenagem prestada pela Câmara representa o reconhecimento da importância do empreendimento para o município e para os cooperados. Entre outras formas de apoio, ele explica que a Cativa oferece assistência técnica aos produtores e financia a compra de equipamentos. “Recebo com alegria essa honraria”, diz. Segundo a lei municipal 11.538/2012, a Medalha Ouro Verde pode ser entregue a entidade, órgão, instituição ou empresa (pública ou privada) que apresente sede em Londrina e tenha se distinguido em seu segmento, trazendo benefícios para a comunidade londrinense.

Silvana Leão/Asimp/CML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios