Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Secretaria Municipal de Assistência Social iniciou a coleta dos dados, para monitorar e retratar os serviços oferecidos para a população

A Secretaria Municipal de Assistência Social iniciou, nesta semana, a aplicação do Censo do Sistema Único da Assistência Social (SUAS). Realizado anualmente, o Censo SUAS é uma estratégia de monitoramento da rede socioassistencial. Sua finalidade é coletar informações sobre os padrões dos serviços, benefícios, programas e projetos ofertados no âmbito das unidades de assistência social.

Para realizar o Censo, servidores municipais da Gerência de Gestão da Informação da SMAS, em parceria com as demais gerências, estão visitando as unidades de assistência social para aplicação do questionário, conforme a área de atuação do serviço.

Esse formulário é elaborado pelo Ministério da Cidadania, e traz informações que reforcem a vigilância socioassistencial. As perguntas abordam a estrutura física do serviço, oferta de atendimento, ações desenvolvidas, gestão do território, articulação com a rede, quadro de recursos humanos, como foi a oferta do serviço na pandemia, entre outros dados.

Para a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Marçal Micali, é importante que a população saiba do Censo SUAS, uma ferramenta aplicada em todo país. “O Sistema Único da Assistência Social também realiza o seu próprio censo para saber como estão os serviços, ter um parâmetro e planejar novas ações. A SMAS fará esse trabalho em meio a pandemia e in loco, visitando nossos serviços para obter as informações da melhor forma possível e com a maior transparência, demonstrando como os serviços socioassistenciais estão funcionando em nossa cidade”, destacou.

As visitas do Censo SUAS tiveram início nas unidades de Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e continuarão em espaços que prestam serviços no âmbito da assistência social. Dentre eles, os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Serviços de Acolhimento, Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), Centros de Convivência da Pessoa Idosa (CCI), e outros locais.

Este ano, a estratégia é fazer a aplicação do questionário durante uma visita in loco no maior número de serviços da assistência social, seja ele governamental ou não-governamental, bem como nas instituições cadastradas no Conselho Municipal de Assistência Social.

O questionário é enviado por meio eletrônico em plataforma própria do Ministério da Cidadania e deve ser finalizado até 10 de dezembro de 2021, respeitando o prazo previsto para execução em cada serviço. Além disso, o formato físico é armazenado por um período de cinco anos.

Censo SUAS

Está previsto no Decreto 7.334, de 19 de outubro de 2010, e representa uma estratégia importante no processo de monitoramento e de avaliação dos equipamentos. É uma maneira de traçar um retrato detalhado da assistência social no país, de forma a monitorar as unidades, atividades, serviços prestados e o perfil dos trabalhadores.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.