Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Matrículas são gratuitas e podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, pelo WhatsApp (43) 99945-0056; as aulas serão ministradas pela plataforma Google Meet

A Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) está com inscrições abertas para várias atividades realizadas através do Centro de Oficinas para Mulheres (COM). Por meio de cursos gratuitos, a Prefeitura de Londrina oferece oportunidades de capacitação e atualização para as mulheres nas mais diversas áreas, incluindo o mercado de trabalho, artesanato, saúde feminina e criatividade, entre outras.

Devido à pandemia, tanto as inscrições quanto as aulas são desenvolvidas à distância, utilizando recursos como o telefone e a internet. Para se inscrever, é preciso encaminhar uma mensagem para o número de Whatsapp da Secretaria da Mulher, (43) 99945-0056, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h . No ato da inscrição, as servidoras da SMPM fornecerão informações sobre o desenvolvimento da oficina e repassarão o link de participação para a atividade. As aulas acontecerão pela internet, por meio da Plataforma Google Meet.

Cursos

A primeira ação que está com  inscrições abertas é o curso “Orientação Profissional: identificando aptidões e interesses para o mundo do trabalho”. Ele acontecerá na quinta-feira, dia 8 de abril, às 14 horas. Já na quarta-feira da semana seguinte (14), no mesmo horário, terá início a oficina de Empreendedorismo e Criatividade.

Na terça-feira (20) que antecede o feriado de Tiradentes, as interessadas aprenderão a fazer sabão artesanal. Na última quinta-feira de abril (29), as aulas serão sobre artesanato solidário, e as mulheres terão a oportunidade de participar de uma oficina de bico em crochê para fazer tapetes. Encerrando o mês, na sexta-feira (30), haverá uma conversa sobre saúde feminina e depressão pós-parto.

A psicóloga da SMPM, Lisnéia Rampazzo, explicou que a ideia é ofertar para as mulheres oportunidades de aperfeiçoamento gratuito, para que elas possam gerar renda extra com os conhecimentos adquiridos. “O país vive atualmente uma crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. Pensando nisso, decidimos organizar capacitações e oficinas que possam ser realizadas à distância, para oportunizar um espaço de aperfeiçoamento, mas também de diálogo e socialização entre as mulheres”, disse Rampazzo.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios