Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Na próxima semana, profissionais da saúde conversarão com a comunidade sobre a prevenção e o diagnóstico das ISTs

Em consonância com as ações alusivas ao Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Londrina vai realizar, a partir da próxima segunda-feira (8), uma campanha em conjunto ao Programa Municipal de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), Aids, Hepatites Virais e Tuberculose. Ela acontecerá das 7 às 18 horas, na sede do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), da Secretaria Municipal de Saúde, que fica na Alameda Manoel Ribas, nº 01, no Centro. De segunda-feira (8) até quinta-feira (11), os profissionais do CTA realizarão os testes rápidos gratuitos para HIV, sífilis e hepatites B e C em horário ampliado, das 7 às 18 horas.

Para realizar os exames é necessário agendar horário no site da Prefeitura de Londrina e clicar no banner escrito CTA ou acessar (https://www2.londrina.pr.gov.br/sistemas/agendamento/?idLocal=289). Essa ferramenta contou com a ajuda da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia (SMPOT), por meio da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI ).

Aqueles que tiverem dificuldades ou dúvidas podem telefonar para (43) 3378-0146 ou (43) 3378-0147, das 7 às 12h30. Outra opção é direcionar a câmera do celular para o QR Code do cartaz de divulgação, assim ele abrirá a página do agendamento. Todos os horários respeitam intervalo mínimo de 30 minutos entre os pacientes, para manter as medidas sanitárias e de segurança.

Assim, por meio da “Campanha Fique Sabendo”, os profissionais do CTA intensificarão os trabalhos de orientação, abordando a importância dos testes para o diagnóstico de doenças como a Aids, a Sífilis e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), e de acompanhamento dos casos positivos. Isso porque, antes e depois do resultado final dos exames, a equipe do CTA presta apoio emocional e ajuda as pessoas a refletirem sobre os riscos que podem correr quando não se previnem corretamente.  A intenção desta edição da campanha é chamar a atenção para os cuidados que devem continuar sendo tomados, como o uso de preservativos durante as relações sexuais e os riscos a que as pessoas estão expostas. Para isso, serão distribuídos panfletos educativos e materiais preventivos, como preservativo masculino e feminino  e gel lubrificante.

De acordo com o enfermeiro do CTA, Edvilson Cristiano Lentine, mesmo com a pandemia trazida pelo Coronavírus, as pessoas continuaram mantendo relações sexuais e, muitas vezes, sem a devida proteção.  “A conscientização de todos para a prevenção do Coronavírus é extremamente importante, mas as pessoas precisam se lembrar também de manter a prevenção para outras doenças que continuam circulando, como é o caso do vírus do HIV. Ainda há muitos jovens que nunca fizeram exames, por isso continuaremos chamando a atenção da população em datas importantes, como no Dia da Mulher”, explicou Lentine.

PEP Sexual

As mulheres e homens que sofreram violência sexual, os profissionais da saúde com risco biológico devido a acidente com material perfurocortante e pessoas que mantiveram relação sexual sem proteção ou que durante a mesma ocorreu rompimento do preservativo devem se atentar às recomendações do CTA.

A primeira delas refere-se à realização dos testes rápidos e gratuitos para HIV, Sífilis, Hepatites B e C, logo após o ocorrido, preferencialmente, nas duas primeiras horas e, no máximo, em 72 horas após a exposição.

O atendimento pode ser realizado no CTA de segunda a sexta-feira, das 7 às 15h30 e a partir das 16 horas, no Ambulatório Aids do Hospital da Zona Norte (HZN), que também permanece aberto aos sábados, domingos e feriados.  Quem preferir pode tirar possíveis dúvidas pelos telefones 3378-0146 / 3378-0147, de segunda a sexta das 7 às 13 horas, ou o Ambulatório de HIV/Aids e IST,  pelo 3379-0176 e 3379-0180, de segunda a sexta, das 7 às 17 horas. No site da Prefeitura de Londrina (http://www1.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=31917:pep-sexual&catid=9:saude&Itemid=147) a população encontra todas as informações necessárias para saber como agir diante da exposição de risco a uma dessas doenças.

Todos os testes são realizados de acordo com as normas do Ministério da Saúde, com produtos registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA/MS) e por ela controlados. Dependendo da situação dos pacientes, os profissionais da saúde receitam medicações antirretrovirais que devem ser utilizadas por 28 dias e, caso o resultado seja positivo, o CTA orienta o cidadão e o encaminha para a rede de serviços especializados do Município de Londrina, para o início do tratamento médico.

De acordo com dados do CTA, de 1º de janeiro deste ano até o momento (5 de março), 352 pessoas realizaram testes rápidos para HIV no CTA, sendo que, destas, 13 homens jovens e duas mulheres foram positivados. Já com relação com a Sífilis, no período, 384 pessoas fizeram o teste. Seis  mulheres testaram positivo para a doença e outros 29 homens.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios