Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A implantação do novo sistema de iluminação por LED já começou. A estimativa é que 23 mil pontos de iluminação sejam totalmente modernizados até 2021

Ontem, o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, deu a largada no novo sistema de Iluminação Pública de Londrina, com a assinatura da ordem de serviço e envio de funcionários, caminhões e equipamentos para os primeiros locais de instalação. Trata-se da 1ª fase do programa Cidade Iluminada que prevê a completa substituição de 23.344 pontos de Iluminação Pública Viária de ruas e avenidas, atualmente em vapor de Mercúrio ou Sódio, por LED. “Londrina ficará com cara nova, ainda mais bonita e com a segurança e conforto visual que demoraram anos para chegar à cidade. Tudo com recurso pago pelo próprio cidadão na conta de luz e que será desenvolvido em forma de serviços com altíssima qualidade”, destacou o prefeito.

O projeto, desenvolvido pela Sercomtel Iluminação em parceria com a Secretaria Municipal de Obras, contempla a retirada de lâmpadas e luminárias obsoletas, braços fora do padrão e mal dimensionados e a instalação de novos conjuntos de iluminação pública, com luminárias LED já preparadas para a telegestão, juntamente com braços adequados à largura e classificação das vias. O prazo estimado para a conclusão dos trabalhos da primeira fase é de 30 meses.

O programa se estenderá por toda a cidade com prioridade para a instalação em vias com escolas e unidades de saúde. Ao todo, o programa Cidade Iluminada prevê a substituição de 46 mil pontos de Iluminação Pública em Londrina. De acordo com o presidente da Sercomtel Iluminação, Luciano Kühl, a ação deverá propiciar a modernização dos equipamentos por toda a cidade, além de padronizar e harmonizar o sistema, trazendo, consequentemente, uma perceptível melhora na luminosidade, conforto e segurança à população.

Kühl disse ainda que as luminárias em LED garantem uma uniformidade na distribuição da luz na via 50% maior; melhor índice de reprodução das cores, além de possuir o dobro de durabilidade das convencionais e a possibilidade de telegestão. “Ao todo, são 10 anos de durabilidade, o que representa, a longo prazo, economia de energia", frisou.

O investimento para a execução da primeira etapa do projeto Cidade Iluminada é de R$ 42.464.424,15, recurso proveniente do Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip). O programa foi totalmente desenvolvido de acordo com especificações técnicas do Inmetro, que em 2018 estabeleceu parâmetros para a implantação de LED em sistemas públicos de iluminação.

Locais

Entre os pontos que vão receber a nova iluminação estão as avenidas Dez de Dezembro, Avenida Santos Dumont, Juscelino Kubitschek, Higienópolis, Quintino Bocaiúva, Tiradentes, Saul Elkind, Duque de Caxias, São João, Rua Goiás, e Rodovia Carlos João Strass.

Asimp/Sercomtel

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios