Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira etapa da implantação está prevista para iniciar em 1º de junho; No total, serão adquiridos 175 equipamentos, entre radares e câmeras de videomonitoramento

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) trabalha para a implantação de um novo Sistema de Monitoramento em Londrina. As atividades prosseguem após o Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) atender ao pedido da Companhia e revogar a medida cautelar que havia suspendido o andamento do Pregão Presencial nº 53/2020.

O Consórcio Londrina Segura, vencedor da licitação – realizada no formato pregão presencial –, é formado pelas empresas Perkons S.A. e Mobilis Tecnologia S.A. e foi constituído em Pinhais (PR). Conforme consta no contrato, o período de implantação deverá ser feito em até 180 dias, após a assinatura da ordem de serviço.

O contrato inicial é de 12 meses, podendo ser prorrogado para até 48 meses. É importante frisar que os empregados da contratada não terão qualquer vínculo empregatício com a CMTU.

A medida prevê a locação de 65 equipamentos, podendo ser do tipo radar fixo ou radar fixo misto, com tecnologia OCR, para detecção, registro, armazenamento, processamento de provas de cometimento de infrações de trânsito, processamento de dados estatísticos e transmissão de dados remotos online.

Também serão locados 40 equipamentos de videomonitoramento de trânsito, com câmeras com movimentação 360º, com tecnologia OCR – quando em repouso – para detecção, registro, armazenamento e processamento de dados estatísticos e transmissão de dados remotos online.

Será ainda implantada, na diretoria de Trânsito, uma Central de Fiscalização e Monitoramento Eletrônico, locada com toda a infraestrutura necessária para o monitoramento, recepção de imagens/vídeos da estrutura externa, processamento de dados para análise, lavratura de autos de infração de trânsito e emissão de alertas.

Além dos radares, também serão adquiridas câmeras de videomonitoramento. Somando as duas tecnologias, serão utilizados 175 equipamentos.

A implantação do novo sistema será feita em duas fases. A primeira etapa, cuja instalação está prevista para iniciar no dia 1º de junho, incluirá 30 pontos monitorados. No total, haverá 68 faixas de trânsito com possibilidades de fiscalização, nos seguintes locais:

Pontos dos Medidores de Velocidade Fixos e Mistos

Ponto 1

Av. Tiradentes cruz. Av. Arthur Thomas

Ponto 2

Av. Tiradentes cruz. R. Bauru

Ponto 3

Av. Winston Churchill, 505

Ponto 4

Av. Winston Churchill, com Av. Rio Branco

Ponto 5

Av. Duque de Caxias, 5077

Ponto 6

 Av. Juscelino Kubitschek cruz. R. Alagoas

Ponto 7

Av. Juscelino Kubitschek cruz. R. Uruguai

Ponto 8

Av. Santos Dumont, 780 Oposto

Ponto 9

Av. Santos Dumont cruz. R. Augusto Severo

Ponto 10

Rod. Carlos João Strass, próximo ao retorno p/ R. Lupércio Pozatto

Ponto 11

Rod. Carlos João Strass cruz. Av. Mário Roberto Gnecco

Ponto 12

Rod. Carlos João Strass, entre Av. Sylvio de Barros e alça de acesso para BR369

Ponto 13

Rod. Carlos João Strass, antes da R. Noitibó

Ponto 14

Av. Dez de Dezembro cruz. R. Tremembés

Ponto 15

Av. Dez de Dezembro cruz. R. Almirante Barroso

Ponto 16

Av. Dez de Dezembro, 4440 oposto

Ponto 17

Av. Dez de Dezembro cruz. prolongamento da Ponte Vereador Anélio Vieceli

Ponto 18

Av. Dez de Dezembro, 7033 (próximo à R. Madre Henriqueta Dominice)

Ponto 19

Av. Saul Elkind, 4735

Ponto 20

Av. Henrique Mansano, 1559

Ponto 21

 Av. Maringá cruz. R. Prefeito Faria Lima

Ponto 22

R. Goiás cruz. Av. Duque de Caxias

Ponto 23

R. Rio Grande do Norte cruz. R. Cuiabá

Ponto 24

Av. Duque de Caxias x R. Borba Gato

Ponto 25

Av. Waldemar Spranger cruz. Av. Adhemar Pereira de Barros

Ponto 26

Av. Higienópolis com Professor Joaquim de Matos Barreto

Ponto 27

Av. Alexandre Santoro, 1068 cruz. Av. Francisco G. Arruda

Ponto 28

Av. Duque de Caxias cruz. Rua Heródoto

Ponto 29

R. Prof. João Candido cruz. Av. Arc. Dom Geraldo Fernandes

Ponto 30

Av. Eurico Gaspar Dutra, Entre as Ruas Manoel Pereira e Anália Tonon Minati

Na segunda etapa de instalação, ainda sem data definida, serão 35 pontos monitorados, com um total de 67 faixas de trânsito com possibilidades de fiscalização.

Central de Fiscalização e Monitoramento Eletrônico (CFME) – A central para monitoramento do trânsito em tempo real também será utilizada para a validação dos autos advindos da fiscalização eletrônica de velocidade, avanço de sinal e parada sobre a faixa de pedestres. A ação será implantada em duas etapas, sendo que, na primeira fase, 20 câmeras de videomonitoramento serão instaladas nos seguintes locais:

Pontos de Videomonitoramento

Ponto 01

Av. Ayrton Senna cruz. com Rua Bento Munhoz da Rocha Neto

Ponto 02

Av. Brasília (BR 369) cruz. com Rua Suindara

Ponto 03

Av. Dez de Dezembro cruz. com Rua Potiguares

Ponto 04

Av. Duque de Caxias cruz. com Rua Portugal

Ponto 05

Av. Higienópolis cruz. com Av. Madre Leonia Milito

Ponto 06

Av. Juscelino Kubitscheck cruz. com Av. Higienópolis

Ponto 07

Av. Juscelino Kubitscheck cruz. com Av. Santos Dumont

Ponto 08

Av. Juscelino Kubitscheck cruz. com Rua Goiás

Ponto 09

Av. Juvenal Pietraroia cruz. com Av. Soiti Tarumã

Ponto 10

Av. Luigi Amorese cruz. com Av. Universo

Ponto 11

Av. Saul Elkind cruz. com Av. Angelina Ricci Vezozzo

Ponto 12

Av. Saul Elkind cruz. com Av. Francisco Gabriel Arruda

Ponto 13

Av. Saul Elkind cruz. com Rod. Carlos João Strass

Ponto 14

Av. Tiradentes cruz. com (Rod. BR 369) Próximo ao Ney Braga

Ponto 15

Av. Tiradentes cruz. com Av. Maringá

Ponto 16

Av. São Paulo cruz. com Rua Benjamin Constant

Ponto 17

Av. Winston Churchill cruz. com Av. Henrique Mansano

Ponto 18

Rod. Carlos João Strass cruz. com Av. Silvio de Barros

Ponto 19

Rod PR 445 (pontilhão do Jamile Dequesh)

Ponto 20

Rod. PR 445 cruz. com Av. Valdomiro Ferreira da Silva

A segunda etapa, ainda sem data prevista, terá a colocação de outros 20 equipamentos similares.

Acidentes

O número de mortes nas vias municipais de Londrina saltou de 35 para 44 entre 2019 e 2020.

Em primeiro lugar no ranking das mais violentas, a avenida Saul Elkind, na região norte, registrou quatro ocorrências. Na segunda posição, aparece a Dez de Dezembro, com três óbitos, seguida da Tiradentes, com dois registros.

No total, a cidade registrou 67 óbitos decorrentes de acidentes de trânsito em 2020.

Dentre os que perderam a vida, 29 eram motociclistas e 19 foram vítimas de atropelamento. Colisões entre veículos, choques contra anteparos e incidentes que não entram nessas categorias foram responsáveis por outras 19 ocorrências fatais.

Neto Almeida/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios