Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Propósito da ação é evitar que deficientes físicos e idosos, grupos mais vulneráveis ao coronavírus, precisem se deslocar à companhia para a renovação das carteirinhas

Em ato executivo editado na última sexta-feira, dia 29, o diretor-presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Marcelo Cortez, renovou por mais 60 dias a data de validade das credenciais de idoso e deficiente físico em Londrina. De acordo com o documento, todas as carteirinhas vencidas e por vencer entre a data de publicação da medida até o dia 31 de março ficam automaticamente renovadas.

O objetivo da iniciativa, adotada desde o início da pandemia de coronavírus na cidade, é evitar que os titulares dos cartões precisem se deslocar até a companhia para efetivar a renovação. Com a dispensa de deficientes físicos e pessoas acima dos 60 anos do atendimento presencial, a intenção é ampliar as medidas de contenção e enfrentamento à Covid-19 no município.

A prorrogação automática da validade dos cartões permite que os beneficiários utilizem as vagas de estacionamento exclusivo até o final de março, mesmo com a data de expiração vencida. A medida administrativa que impede a lavratura do auto de infração em casos assim tem validade apenas em Londrina. Em outros lugares, o uso das credenciais em desacordo com as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) pode acarretar multa.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios