Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Coletivo de Sindicatos de Londrina, entidade formada por vários sindicatos da cidade e da região, realiza neste sábado (16), a partir das 9 horas, no Calçadão de Londrina, um Ato Público contra a Reforma da Previdência Social.

O objetivo do protesto é conscientizar a população a respeito das principais alterações no regime de Previdência Social contidas na proposta gestada pelo Governo Bolsonaro, considerada pelo coletivo como “pior do que a que estava em curso no Governo Temer”. Uma banca com advogados que atuam no setor previdenciário estará à disposição da população para explicar as mudanças e conscientizar o público a respeito dos males da reforma e do futuro regime de capitalização, que entregará as aposentadorias de milhões de brasileiros nas mãos dos bancos.

Entre as mudanças que mais vão impactar as próximas gerações de brasileiros, caso o texto da reforma seja aprovado, estão o estabelecimento de idade mínima em 65 anos para homens e mulheres, a redução do Benefício de Prestação Continuada (BPC) de um salário mínimo para R$ 500,00 e o tempo de contribuição de 40 anos para recebimento de aposentadoria integral. A expectativa do Governo Bolsonaro e do Congresso Nacional é aprovar o texto definitivo da reforma ainda no ano de 2019.

(Márcio Ribeiro)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios