Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Exposições de arte, histórica, oficinas e a Feira Madá compõem a programação

O Museu de Arte de Londrina vai abrir as comemorações dos 25 anos, nesta quinta-feira (10), a partir das 19h, com a Exposição de grafitti “Museu da Rua”, organizada pelo coletivo Cap Style, com trabalhos produzidos na técnica “spray sobre tela”. A programação prossegue no sábado (12), dia do aniversário do Museu, com abertura de uma exposição de obras do acervo e mostra histórica em banners, além da 26ª edição da Feira Madá. O Museu fica na Rua Sergipe, número 460.

No sábado, dia 12 de maio, fará 25 anos que o Museu de Arte de Londrina foi criado pelo Decreto 172 de 12 de maio de 1993. Em virtude da comemoração o museu realizará diversas ações ao longo do mês. A exposição de grafitti “Museu da Rua” conta com nove trabalhos dos artistas Carão, Korneta e Napa e poderão ser vistas até o dia 29 de junho no primeiro piso do Museu. As obras exploram diversos estilos e temáticas, produzidos na técnica “spray sobre tela”.

No sábado (12), às 11h, será aberta a exposição de obras do acervo, que inclui telas, gravuras e esculturas recebidas por doação nos primeiros anos de atividade do Museu de Arte. No total, serão 10 telas, 2 gravuras e 7 esculturas, de autoria dos artistas Juarez Machado, Sônia Ayres Gabriele, Paulo de Tarso Cheida Sans, Kátia Danielides, Fernando Bastos, Agenor Evangelista, Paulo Mentem, Nilsa D. Silva, Siron Franco, Aucizernando Paiva, Sarah Kaufmam, Domenico Serio Calabrone, Caciporé Torres, Antonio Carlos Rodrigues TUNEU, Antonio C. Machado e Francisco Alexandre Stockinger.

Também haverá exposição histórica, com apresentação em banners, da trajetória de usos da edificação do prédio, desde sua inauguração em 1952 como o 4º Terminal Rodoviário da cidade. Serão mostrados aspectos da arquitetura modernista do museu,  informações sobre os arquitetos que a projetaram, e os momentos relevantes sobre o uso do local como espaço cultural e Museu.

Ainda no sábado (12), o Museu de Arte recebe a 26ª edição da Feira Madá, que celebra o Dia das Mães. A feira será na área externa, abaixo dos arcos do prédio, com a exposição e comercialização das produções de artistas, designers e artesãos da região. Durante a feira serão oferecidas duas oficinas gratuitas, de flores de crochê, das 11h às 13h, com Ana Graika, e de criatividade para crianças, das 14h às 16h, com Lia Salvany, voltada para o público infantil a partir de 7 anos.Informações pelo telefone 3025-2202.

O Museu

Desde sua criação em 12 de maio de 1993 é um espaço de fruição cultural e de arte, recebendo ao longo desses anos mais de 200 exposições de artistas, grupos e coletivos de arte, além de diversos eventos e atividades formativas. O público registrado soma mais de 800 mil pessoas.

Possui um acervo composto por 624 obras de arte, entre esculturas, telas, gravuras e fotografias, tanto de artistas da região, quanto de renome nacional e internacional. Eventualmente, promove exposições de obras do próprio acervo e recebe mostras de artistas, grupos e coletivos de todo o Brasil.

Também possui um acervo na Biblioteca Especializada em arte Francisca Campinha Garcia Cid, localizada no subsolo do Museu, voltado para história da arte, arte brasileira, patrimônio histórico, fotografia, pintura, desenho e arquitetura. As obras estão disponível para consulta e pesquisa.

Além dos serviços de biblioteca, recebe e abriga eventos culturais, feiras voltadas a economia criativa e atividades formativas. O espaço atende um público diversificado, entre alunos, professores, pesquisadores, artistas, produtores culturais e a comunidade em geral. Grupos interessados em agendar uma visita ao espaço ou a exposições podem entrar em contato pelo telefone 33376238 ou e-mail museu@londrina.pr.gov.br

NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios