Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Encontro irá abordar conceitos e princípios sobre a temática e sua relação com a cultura de paz

O Conselho Municipal de Cultura da Paz de Londrina (Compaz) promove, nesta quarta-feira (3), das 9 às 10h30, mais uma reunião de estudos por teleconferência, via internet. As reuniões acontecem semanalmente e trazem um convidado de diferentes regiões para tratar de temas variados. O encontro é aberto a todos, porém são disponibilizadas 250 vagas. A teleconferência pode ser acessada através desse link.

O tema desta semana “Como a Justiça Restaurativa contribui para Construção de uma Cultura de Paz”, será ministrado por Laryssa Angelica Copack Muniz, juíza titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Ponta Grossa e membro do Comitê de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

Segundo o secretário do Compaz e gestor da ONG Londrina Pazeando, Luiz Claudio Galhardi, a convidada irá abordar sobre conceitos e princípios da justiça restaurativa, que se relaciona com a cultura de paz. “No Paraná, foi criada, há seis anos, uma comissão para implementar a justiça restaurativa no judiciário do estado, assim como todo o Brasil. A convidada é uma das juízas que lidera essa comissão no Estado e tratará dos conceitos e princípios da justiça restaurativa, que tem uma relação com a cultura de paz”, destacou.

Após a palestra, o público pode tirar suas dúvidas sobre o tema e trocar ideias. De acordo com Galhardi, na própria justiça restaurativa há uma metodologia chamada círculo de construção de paz, em que é passado um objeto da palavra que tem por objetivo deixar a todos que tiverem interesse, falar na sua vez. Com as reuniões via internet, eles adotaram o método nas teleconferências, adaptando-o para o formato on-line.

O secretário da Compaz ainda destaca que as teleconferências têm ganhado proporções com a participação de vários públicos do Brasil. “Tem entrado pessoas nas reuniões de várias cidades. Na última reunião, por exemplo, pessoas de Brasília, Alagoas, Rio de Janeiro, Orlando nos Estados Unidos, enfim, pessoas de várias localizações que participam e acabam conhecendo o trabalho do conselho municipal de Londrina”, frisou.

Devido à pandemia do novo coronavírus, Galhardi apontou que tornou possível convidar, com mais frequência, palestrantes de fora de Londrina. “Por causa da pandemia, adaptamos nossas reuniões, que há 12 anos sempre foram presenciais, a esse novo formato virtual e isso possibilitou convidar mais palestrantes de outras regiões fora de Londrina, expandindo o nosso espaço”, frisou.

Para quem tiver interesse de conferir os próximos encontros, a agenda de reuniões está disponível no site Londrina Pazeando (clique aqui). Todas as teleconferências que já aconteceram, estão salvas no canal do Youtube Pazeando Palestras.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios