Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Iniciativa será realizada na manhã desta terça-feira (12), reunindo atividades de saúde e cidadania

Nesta terça-feira (12), das 9 às 12 horas, será realizado o “Londrina mais Cuidado”, na Concha Acústica. Evento visa atender a população em situação de rua, com ações de saúde e cidadania, levando diversos serviços de saúde, cultura, esporte, educação, entre outros, bem como conscientizar a comunidade local sobre a necessidade de cuidar do seu local de permanência.

A iniciativa é realizada pela Prefeitura de Londrina, por meio do Comitê Intersetorial de Políticas para Pessoas em Situação de Rua, do qual fazem parte todas as secretarias e órgãos municipais, além do Ministério público e instituições civis.  A ideia é contemplar a Política Nacional para a População em Situação de Rua (PNPR) e o Decreto Municipal nº 1.385 de 2014, que institui a Política Municipal para a População em Situação de Rua em Londrina.

Segundo a coordenadora do Consultório da Rua, integrante do Comitê POP Rua, Jucelei Pascoal Boaretto, além de mostrar à população em situação de rua a importância de cuidar do seu local de permanência, a ação levará a oferta de serviços da rede municipal onde os moradores estão. “Muitos estão nesta situação devido à perda de vínculos familiares, transtornos mentais, uso de substâncias psicoativas, desemprego, entre outras condições. Por isso é importante que estas pessoas se sintam apoiadas e possam se reerguer”, disse.

A equipe da Secretaria Municipal de Saúde, por meio dos profissionais do Consultório na Rua, levará serviços como: aferição de pressão arterial; testes rápidos de doenças; coleta de escarro, para o diagnóstico de tuberculose; exame de Glicemia Capilar (HGT); exames de laboratório, entre outros.

A equipe também ministrará informações sobre os serviços ofertados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Londrina. Os profissionais da Saúde Mental também vão participar, orientando a população sobre os serviços ofertados nos Centros de Atenção Psicossocial para Infância e Adolescência (CAPS) III e AD e fazer os encaminhamentos para estes locais, caso o usuário se disponibilize.

Todas as secretarias e órgãos municipais foram convidados a participar da ação, assim como membros do Ministério Público. A previsão é de que a Secretaria de Educação leve informações sobre cursos voltados a conclusão da formação escolar. Já a Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda deverá levar os cursos profissionalizantes disponíveis e ajudar a reinserir a população em situação de rua no mercado de trabalho.

A Secretaria de Cultura deverá levar informações e orientações sobre o uso do espaço da Biblioteca Pública Professor Pedro Viriato Parigot de Souza e da própria Secretaria. A Fundação de Esportes de Londrina (FEL) levará atividades esportivas e a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) dará orientações sobre o descarte do lixo. A Guarda Municipal também deve participar, levando o ônibus do Crack é Possível Vencer. O Conselho Municipal de Cultura de Paz (COMPAZ) foi convidado para participar do evento e realizar Abraço Pela Paz, ao final das atividades.

A diretora de Proteção Social Especial da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), Josiani Nogueira, informou que dados preliminares de um senso que está sendo desenvolvido pelo Ministério Público, SMAS e universidades, estima que em Londrina existam cerca de 900 pessoas em situação de rua. “Por isso a importância deste trabalho intersetorial, pois só com a promoção de um trabalho conjunto será possível dar meios de superação para este público”, ressaltou.

Dayane Albuquerque/NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios