Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Evento vai deliberar as diretrizes que vão compor a Política Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente dos próximos dois anos

Faltam poucos dias para a X Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, evento que pretende reunir mais de mil pessoas para debater “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências” a crianças e adolescentes. A conferência acontece nos dias 8 e 9 de novembro na Escola Profissional e Social do Menor de Londrina (Epesmel), localizada na Rua Angelina Ricci Vezozzo, 85, Parque das Indústrias Leves.

O evento é aberto a toda a comunidade e pretende unir membros da sociedade civil, de entidades que atuam com o público em questão e do poder público com o objetivo de avaliar a realidade da criança e do adolescente no Município. Interessados em participar da conferência como observadores, podem se inscrever previamente pelo endereço www1.londrina.pr.gov.br/conselhos/cmdca, na sede do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), localizada na Avenida Bandeirantes, 379, ou na data e local do evento.

Já os delegados e delegadas, responsáveis eleitos para propor e deliberar sobre as propostas que comporão a Política Municipal vigente pelos próximos dois anos, têm até esta segunda-feira (29) para se inscrever na sede do Conselho com os documentos descritos no edital nº 03/2018 do CMDCA, publicado no Jornal Oficial do Município, disponível no endereço bit.ly/2JcWK0B.

De acordo com a presidente do CMDCA, Rejane Romagnoli Tavares Aragão, é fundamental que os diversos setores da sociedade compareçam ao evento. “Todo mundo é convidado a participar. É muito importante que a sociedade esteja voltada à realidade da criança e do adolescente e que as pessoas se interessem por essa discussão. Portanto esperamos que o público compareça e acompanhe como tem sido aplicada a política pública voltada a esse grupo no Município”, ressaltou.

A X Conferência encerra a série de 21 pré-conferências realizadas em todas as regiões da cidade que reuniram mais de mil crianças e adolescentes com o objetivo de refletir e pensar em melhorias para a sua realidade. Nas reuniões, foram levantadas, aproximadamente, 900 propostas que serão votadas durante o evento para compor as diretrizes e propostas para a Política Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente que valerão até 2020.

Além disso, serão oferecidas palestras, mesas-redondas e apresentações culturais. Serão formados também grupos de debates segmentados entre crianças, adolescentes e adultos, com metodologias específicas à cada classe. As equipes serão responsáveis por debater, cada uma a seu modo, os cinco eixos norteadores da X Conferência, que são: A garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social; Prevenção e enfrentamento da violência; Orçamento e financiamento das políticas públicas; Participação, comunicação social e protagonismo; e Espaços de gestão e controle social das políticas públicas.

Segundo a secretária executiva do CMDCA, Edsonia Marcelino, a participação de um grande público é importante já que um dos objetivos da X Conferência é fortalecer a relação entre governo e sociedade civil para uma maior efetividade na formulação, execução e controle da política para a criança e o adolescente. “Estamos planejando abordagens pensadas, para cada público, para que todos contribuam com a conferência. As crianças participarão de jogos, gincanas e dinâmicas, os adolescentes formarão grupos de debate e os adultos terão palestras, world cafés e espaços de discussão, assim cada grupo poderá colaborar com a definição desta política pública”, explicou.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios