Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Votação foi realizada remotamente e quatro pessoas foram escolhidas para assumir oficialmente a diretoria

Na última quarta-feira (24), o Conselho Municipal de Esporte e Lazer de Londrina (CMELL) realizou uma votação remota para eleger os membros da diretoria de sua primeira gestão, que terá exercício de 2022 até 2024.

O CMELL foi instituído no final de 2019, mas permaneceu inativo durante o período de 2020, por conta da pandemia de Covid-19. Durante esse período, ainda sem uma diretoria constituída, os membros indicados puderam discutir e aprovar o regimento interno e elaborar a logomarca do conselho, mas, só em 2021 foi realizada a eleição efetiva dos membros. 

O CMELL é constituído por 18 membros, com nove na área governamental representando a Fundação de Esportes de Londrina (FEl), a Secretaria Municipal de Cultura, a Secretaria Municipal de Defesa Social, a Secretaria Municipal de Educação, a Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, a Secretaria Municipal de Assistência Social, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) e a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).

Também há outros nove integrantes na área não governamental, representando o Conselho Regional de Educação Física, as Instituições de Ensino Superior com curso de Educação Física, as Instituições Educacionais do Ensino Fundamental (anos finais) e Ensino Médio das Escolas Públicas ou Privadas do Município de Londrina, os clubes recreativos e/ou ligas municipais, as associações esportivas, os atletas maiores de idade que representam Londrina em Jogos Oficiais, o Esporte Adaptado ou Paradesporto e o Conselho Regional de Esporte e Lazer.

A nova diretoria do CMELL será composta pelo presidente Geder Harami, da Secretaria Municipal de Saúde, o vice-presidente Sandro Henrique Moreira dos Santos, representando a Fundação de Esportes de Londrina, a 1ª secretária Priscila Oliveira, da Secretaria de Educação, e a 2ª secretária Angelita Bonifácio, representando o Instituto Pernas Preciosas.

De acordo com o presidente do CMELL, Geder Harami, as principais demandas da gestão serão a consolidação da estrutura do conselho e sua divulgação como instituição. Além da realização da conferência de esportes e lazer de Londrina, escutar a população e as organizações sempre será o ponto de partida das ações do conselho. “Temos como função colocar em prática o significado social e respectiva representação do CMELL como uma instância a serviço da sociedade”, afirmou Harami.

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.