Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Bloqueio total do acesso a Madre terá duração de 15 dias; avenida funcionará em meia pista no sentido Shopping Catuí - Centrorelativos ao “Oitão”, estrutura formada por duas rotatórias que vai otimizar o trânsito na região

Com o início das obras do “Oitão”, estrutura que será construída na interseção da Avenida Madre Leônia Milito com a Rodovia Mábio Gonçalves Palhano e a PR-445, a Prefeitura de Londrina realiza interdições viárias no local a partir desta segunda-feira (5).

Durante 15 dias, o trânsito será bloqueado nas duas alças de entrada e saída que ligam a PR-445 às outras vias, no sentido região sul-centro, nas proximidades do viaduto. Além disso, os motoristas que trafegarem da Rodovia Mábio Gonçalves Palhano para a Avenida Madre Leônia Milito, terão que fazê-lo em meia-pista nesse trecho, devido às obras de tubulação conduzidas na área. Após a conclusão dessa etapa, o trabalho será feito do lado oposto, no sentido centro-região sul, também incluindo interdições nas alças de acesso e o bloqueio do tráfego, em meia-pista, sob o viaduto.

Segundo o secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, as alterações foram planejadas de forma a causar o menor impacto possível para a população, sendo que a empresa TCE Engenharia, responsável pela obra, apresentou um plano de trabalho que foi analisado e aprovado pelos técnicos do Município. “Após as primeiras interdições, haverá uma fase em que será preciso bloquear totalmente o trânsito na pista que vai da região sul para o Centro, no ponto sob o viaduto. Isso é necessário devido à dimensão e complexidade dos trabalhos que faremos nas galerias pluviais. Quando isso ocorrer, a pista do lado oposto será utilizada, temporariamente, para o trajeto em ambos os sentidos”, disse.

Contando com um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão, por meio de recursos próprios da Prefeitura, o Oitão deverá ser concluído em 120 dias, no início de julho. A obra, que foi projetada pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), sob supervisão da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP), consiste em duas rotatórias interligadas, formando um traçado em oito.

De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, a iniciativa agilizará consideravelmente o trânsito da região, que é bastante intenso. “Esse projeto é uma das diversas melhorias que a Prefeitura está realizando na mobilidade urbana de Londrina. A região sul cresceu e se desenvolveu muito nos últimos anos, o que intensificou o volume de tráfego nesse local e tem gerado congestionamentos. Com as novas rotatórias, haverá mais opções de percursos entre a PR-445, a Madre Leônia e a Mábio Palhano, evitando os grandes desvios que atualmente precisam ser feitos. Além disso, a obra vai melhorar a conexão do centro com a região sul de Londrina, assim como com Cambé e outras cidades da região”, ressaltou.

A obra também inclui melhorias na iluminação, calçadas e acessibilidade da região. “Além dos benefícios para os motoristas, que terão mais opções de percursos, a nova infraestrutura também trará mais segurança para os pedestres. Graças às calçadas que vamos construir nessa área, será possível ir a pé da Gleba Palhano para o Shopping Catuaí”, destacou o secretário municipal de Obras e Pavimentação.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.