Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Brasil é o oitavo país em número absoluto de suicídios, estima-se em cerca de 30 casos por dia, ou até mais. Calcula-se que até 2020 poderá ocorrer um incremento de 50% na incidência anual de mortes por suicídio em todo o mundo, sendo que o número de vidas perdidas desta forma, a cada ano, ultrapassa o número de mortes decorrentes de homicídio e guerra combinados. Além disso, cada suicídio tem um sério impacto na vida de pelo menos outras seis pessoas.

Para ajudar a reduzir estes tristes números, a Sercomtel Contact Center está promovendo, neste mês, a campanha “Setembro Amarelo”. A proposta, que parte do Departamento de Recursos Humanos e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da companhia, é conscientizar sobre a importância da prevenção com o objetivo direto de trazer o diálogo e alertar a população a respeito da realidade do suicídio.

No interior da empresa, que tem cerca de 400 funcionários e fica ao lado do Teatro Marista, existe um mural com informações relevantes sobre o suicídio, os principais fatores de riscos associados a este tipo de comportamento, mitos, o que não fazer se alguém próximo tem pensamentos assim e como ajudar estas pessoas.

Também estão sendo veiculados informes nas tevês corporativas da empresa e entregues folders, inclusive no interior da farmacêutica Sandoz, em Cambé, um dos clientes da Contact Center. “Falar sobre suicídio é importante. É uma questão de saúde pública e é extremamente necessário”, destaca a psicóloga da Contact Center, Giovanna Alberici Xavier.

Na foto está a psicóloga Giovanna Xavier (a quarta, da esquerda para a direita) entre os agentes de teleatendimento da Sercomtel Contact Center instalados na Sandoz, Dayane dos Santos Marcolino, Lucimara da Silva Gouveia, Rosiane de Souza Pereira Mascarenhas, Nelissa Thayna Almondes, Franciele Ribeiro, Jane Miotto Chiconato, Caio Silva Aneli Martins, Shirley Cristiane Souza Luciano, Franciany de Oliveira Silveira, Mayra Rovena Marigo Peixoto e Mônica Gonçalves da Silva Alves.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios