Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

 “O objetivo é promover um salto econômico no segundo maior município do Paraná. Para isso, o Governo do Estado tem uma programação de investimentos em infraestrutura para Londrina”, destacou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo.

Ontem (15), o deputado Cobra Repórter participou da liberação de recursos para a instalação da Cidade Industrial de Londrina feita pelo governador Ratinho Junior na sede da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil). São R$ 23,94 milhões para a construção do loteamento e da infraestrutura.

Segundo o Governo do Estado, fazem parte dessa programação também a duplicação da PR-445 entre Londrina e o Distrito de Irerê. A previsão de conclusão da obra é para esse ano. São 15,8 quilômetros e o investimento é de R$ 93,4 milhões.

A sequência da ampliação, entre Irerê e Mauá da Serra, compõe a prioridade estadual. O contrato para elaboração do projeto já foi assinado. A obra deve prever viadutos, trincheiras e alargamento das pontes existentes no trecho.

O aeroporto José Richa também está nessa lista. Ele será concedido para a iniciativa privada junto com os terminais de Curitiba, São José dos Pinhais e Foz do Iguaçu, dois catarinenses e três gaúchos no chamado Bloco Sul. A contribuição inicial mínima desse pacote é de R$ 408,2 milhões, com investimentos de cerca de R$ 8,9 bilhões em 30 anos.

Além disso, a Sanepar está investindo R$ 60 milhões nas estações de tratamento de esgoto Norte e Sul. Londrina tem 94% da população atendida com rede coletora de esgoto, com tratamento total do volume coletado, mas a ambição é chegar a toda cidade até 2029. No total, o investimento da estatal em água e esgoto passa de R$ 284 milhões na cidade.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios