Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

 “Estou constantemente em contato com o secretário estadual de saúde, Beto Preto, conversando sobre diversos assuntos relacionados à saúde do Norte do Estado. Um deles é a inauguração do novo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar) em Londrina. A estimativa é que o atendimento dobre na região assim que ele começar a funcionar”, afirmou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo.

Segundo o deputado, o imóvel conta com quatro andares e concentrará a oferta de consultas com equipe multiprofissional e exames especializados, como tomografia, raio-x, exames cardiológicos, oftalmológicos e mamografia, por exemplo.

A secretaria estadual de Saúde (Sesa) está investindo em Londrina cerca de R$ 12 milhões em obras, sendo R$ 7.523.160,07 para o Cismepar e R$ 4.519.563,20 para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Também já foram R$ 17,4 milhões para pessoal e equipamentos para o Hospital de Retaguarda Covid-19 dentro do Hospital Universitário.

A nova sede regional do Samu está sendo erguida sobre um terreno com área total de 4,7 mil metros quadrados. A localização é estratégica, próxima a avenidas importantes do município e ao Terminal Rodoviário, o que facilita o deslocamento para qualquer parte da cidade.

De acordo com o Governo do Estado, o primeiro andar será composto de sala para equipe do Complexo Regulador de Urgência (Central de Leitos e Interserviços e Central de Urgência do Samu 192), sala de rádio e sanitários. No segundo piso, haverá almoxarifado, salas de coordenação médica e de enfermagem, salas administrativas e de reuniões, copa e sanitários. No terceiro andar, ficarão as salas de treinamento, auditório, salas de apoio para funcionamento do prédio, Núcleo de Educação em Urgência, setor administrativo, copa e sanitários.

Atualmente, o Samu conta com duas bases que funcionam em endereços distintos: uma delas para as atividades de regulação e outra para abrigar ambulâncias e veículos. A unidade móvel com helicóptero é abrigada no Aeroporto Governador José Richa. O Samu tem uma área de abrangência de 21 municípios, que totalizam cerca de 1 milhão de habitantes.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios