Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual, Cobra Repórter (PSD), apresentou um requerimento esta semana, na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), solicitando recursos para promover o desassoreamento do Lago Igapó, cartão postal de Londrina. O requerimento já foi aprovado e é direcionado ao Secretário Estadual do Meio Ambiente, Márcio Nunes.

“Nós temos a informações de que já existe um projeto aprovado pelo Instituto das Águas. Um dos métodos apontados pelo estudo para a limpeza e o desassoreamento do Lago Igapó envolve a utilização de uma draga de sucção e recalque. É uma balsa com motor de sucção, que vai retirando o sólido do fundo do lago e bombeando os resíduos para um local pré-determinado", disse o deputado Cobra Repórter.

A alternativa se mostra economicamente viável por não prever o "esvaziamento" do lago. O material retirado seria mantido às margens do Igapó, e, posteriormente, utilizado em pontos "ambientalmente viáveis", como o aterro do lago 2 e a Central de Tratamento de Resíduos (CTR).

“Para colocar em prática, tudo vai depender do poder público (prefeitura e Governo do Estado) levantar recursos para executar o que está previsto no estudo. Vamos nos reunir com o secretário estadual do Meio Ambiente para discutir esse assunto já nos próximos dias. Queremos ver nosso cartão postal bem cuidado e sem causar transtornos para a população nos dias de chuva”, afirmou o deputado.

Os alagamentos já viraram rotina na região. A rua Joaquim de Matos Barreto, ao lado do Lago Igapó, já se tornou cenário comum do problema. Moradores afirmam que, se chover 20 minutos sem parar, já alaga. O trânsito fica parado e já teve até situações em que bombeiros tiveram que socorrer pessoas que tentaram atravessar e ficaram “ilhadas”.

Meire Bicudo/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios