Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Nova rotatória, prevista no projeto da obra, está recebendo a capa asfáltica e outros serviços

As obras de duplicação da Rua Prefeito Faria Lima seguem a todo vapor. Os serviços tiveram início no mês de novembro, e têm como objetivo melhorar o trânsito dos veículos na região, que é uma das principais vias de acesso à Universidade Estadual de Londrina (UEL). Recentemente, as equipes que atuam no local já efetuaram a pavimentação de rotatória, que ficará localizada onde hoje é a Praça José Ferreira da Silva Filho, no trecho entre as ruas Maria Judith Felício e Nicolau Copérnico.

De acordo com o engenheiro da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP), José Valdir Marcucci, que fiscaliza a obra, os trabalhos incluem também a demolição de pontos dos imóveis desapropriados que estão situados onde será a nova pista. “Outra medida é a realocação dos padrões de energia, com transferência para novos pontos, sendo que esta é uma responsabilidade dos proprietários dos imóveis”, citou.

As obras de alargamento da Rua Prefeito Faria Lima foram divididas em dois lotes. O primeiro, que está em andamento, refere-se a 900 metros da via, no sentido da UEL até a ponte do Lago Igapó, e inicia na Rua Reverendo João Batista Ribeiro Neto até a Rua Bento Munhoz da Rocha. No Lote 2, a execução contempla mais 600 metros, e inclui trecho que vai da Rua Bento Munhoz da Rocha até o alto da Faria Lima, chegando na Avenida Maringá. Esta etapa inclui também a construção da ponte sobre o Lago Igapó, e deve ser iniciada com a conclusão das desapropriações de imóveis no trecho.

O engenheiro da SMOP acrescentou que as obras foram definidas em um cronograma, e esta primeira etapa compreende serviços de terraplanagem, implantação de meio fio e outras, sendo a última delas a colocação da capa asfáltica sob a via. “Temos boas previsões quanto ao cumprimento do cronograma, embora o trabalho seja prejudicado quando chove. A terraplanagem, por exemplo só pode ser feita em dias de sol, com tempo seco. Mas quando isso não é possível as equipes retomam outros serviços, como colocação do meio fio, terraplanagens, entre outras atividades”, detalhou.

Atualmente, o primeiro lote está com trecho interditado para execução dos trabalhos. “Em breve, no sentido bairro-centro, que está funcionando com meia pista, será alterado o desvio atual para que os motoristas utilizem parte da pista nova da rotatória, quando esta for finalizada. Assim, poderemos continuar os trabalhos na pista antiga, que será bloqueada, amenizando possíveis transtornos que a interdição pode provocar no trânsito da região”, adiantou Marcucci.

Para a realização do alargamento da Faria Lima, a Prefeitura de Londrina irá investir aproximadamente R$ 8 milhões. Os valores licitados são de R$ 2.633.217,69 para Lote 1, e mais R$ 3.871.550,41 para o Lote 2, recursos estes garantidos através de financiamento na Caixa Econômica Federal (CEF). Como contrapartida, o Município deve alocar R$1.460.000,00 nas desapropriações de terrenos na área.

Juliana Gonçalves/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios