Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Devido à pandemia, o programa não fará uma cerimônia de lançamento presencial; Evento será realizado nas redes sociais

Para apresentar os diversos produtos de sua Coleção de Natal 2020, o Programa Municipal de Economia Solidária (ECOSOL) – uma iniciativa da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) – fará uma transmissão on-line, nesta quarta-feira (2), por meio de suas redes sociais no Instagram e no Facebook.

O objetivo é mostrar à população várias opções de presentes, lembranças e decorações natalinas. Entre os produtos alimentícios vendidos há panetones, chocotones, bolachas natalinas decoradas, licores, pães de mel e café. Para quem gosta de decorar a casa e trabalhar com mesa posta, estão à venda vários enfeites, bonecos de Papai Noel, anjos, guirlandas, porta panetones, panos de prato, jogos americanos, velas, guardanapos, almofadas e toalhas de mesa, entre outros itens. Quem desejar montar sua própria cesta de Natal pode fazer isso com os itens de sua preferência. Este ano, os preços variam de R$ 3,00 a R$ 200,00.

Os artigos produzidos através do Programa Economia Solidária apresentam uma alternativa frente àqueles fabricados por empresas tradicionais. Isso porque eles seguem um modelo organizacional que enfatiza os empreendimentos solidários, com novas formas de convivência e organização, amparadas na cooperação, equidade, sustentabilidade, associativismo e microcrédito. “É muito importante que a população consuma esses produtos, porque eles são feitos por grupos que buscam, por meio da inclusão produtiva, o seu sustento”, lembrou a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali.

Atualmente, 31 grupos participam da iniciativa, sendo estimulados a desenvolver os valores de mutualidade e reciprocidade para promover o desenvolvimento socioeconômico do município e região.

Onde comprar

Os interessados podem conferir os diversos enfeites, lembranças, presentes e alimentos natalinos de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 11h às 13h, no Centro Público de Economia Solidária, localizado na esquina das avenidas Rio de Janeiro e Juscelino Kubitschek.

Alguns produtos também estão sendo comercializados na Casa de Economia Solidária – Café e Arte, que fica na Praça 7 de Setembro, na esquina da rua Professor João Cândido com a Piauí. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Os empreendimentos solidários também divulgam suas produções em suas páginas no Instagram e Facebook.

Em Londrina, o Programa de Economia Solidária funciona desde agosto de 2005, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), em parceria com a Congregação das Irmãs da Pequena Missão para Surdos.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios