Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na manhã de onetm (14), a Secretaria Municipal de Assistência Social promoveu o lançamento dos produtos de Páscoa 2018, do Programa Municipal de Economia Solidária. Estes ano foram apresentadas diversas novidades, entre elas o ovo de pote recheado, a marmita doce, elaborada com diversos tipos de chocolate, cupcakes e bolo bombom. O objetivo dos empreendimentos do Programa é comercializar uma tonelada de chocolate.

Com a temática “Por uma Páscoa mais doce e uma Economia mais Solidária”, a campanha visa apoiar e incentivar a comercialização dos produtos artesanais feitos pelos participantes da iniciativa. Os produtos serão comercializados até o dia 31 de março no Centro Público de Economia Solidária, localizado na Avenida Rio de Janeiro, 1.278, esquina com a Avenida JK, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas. Excepcionalmente, no sábado do dia 31 de março haverá atendimento ao público, até as 16 horas.

Dentre guloseimas disponíveis para comercialização, o público encontrará uma barca com 500 gramas de chocolate ao leite, os tradicionais ovos de chocolate e os trufados, ovos diet, de colher, colombas, bolos, bombons, trufas, licores, pão de mel e bolachas decoradas. Outra grande novidade deste ano é que serão vendidos, sob encomenda, diversos tipos de massas por quilo, pré-cozidas, como lasanhas, rondelli e nhoque de mandioca recheado.

O valor das massas é de R$28,00 o quilo e dos chocolates varia entre R$ 3,00 (bolacha decorada) e R$ 97,00 (1 kg de ovo de chocolate meio amargo ou branco). Também há muitas opções de artesanato, com a temática da páscoa, incluindo porta recados, panos de prato, embalagens, coelhos de patchwork e decoração de porta. O telefone do local, para mais informações, é o 3378-0577.

Durante o lançamento, a secretária municipal da pasta, Nádia Oliveira de Moura, ressaltou que os empreendimentos do programa desenvolvem produtos exclusivos, artesanais, com qualidade e preço justo, dentro dos princípios da Economia Solidária, que são a autogestão, cooperação e solidariedade. “Quando a pessoa adquire estes produtos está contribuindo com a renda destas famílias e com a economia do município. Por isso convido a todos para conhecer os itens de Páscoa 2018”, salientou.

A coordenadora de Gestão da Economia Solidária, Ezilda Magro, lembrou que datas como a Páscoa são muito importantes para o programa, pois impulsionam as vendas. “Os produtos vendidos por estes empreendimentos são feitos artesanalmente e possuem preço justo, pois os próprios artesãos fazem a gestão de seu negócio. Além disso, é possível que o consumidor tenha uma relação mais próxima com o comerciante, podendo fazer encomendas de acordo com seus gosto e necessidade”, frisou.

Sobre o programa – Atualmente, o Programa de Economia Solidária de Londrina conta com 64 empreendimentos formados, que atendem cerca de 200 pessoas. Destes, oito empreendimentos trabalharão com os produtos de Páscoa na área de alimentos e cinco com decoração.

São quatro áreas de produção: artesanato, prestação de serviços, alimentação e confecção. O programa abrange, prioritariamente, o público atendido pela Assistência Social. Em Londrina ele é conduzido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que fornece apoio técnico, assessoria e capacitação à produção e comercialização dos produtos, e conta com apoio do Programa do Voluntariado Paranaense de Londrina (Provopar-LD).

Também estiveram presentes na solenidade de lançamento, o presidente do Provopar-LD, Fernando Henrique Ortiz; o gerente de Inclusão Produtiva da Assistência Social, Rodrigo Zambon; representando os empreendimento do Programa, Adriana Marcolino, do grupo Trifestas; o vereador Tio Douglas; a presidente da Associação dos Aposentados da Prefeitura Municipal de Londrina (AAPML), Dilza Ramos; além de representantes de outras secretarias municipais e comunidade local.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios