Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Ao longo de março, serão lançados quatro vídeos, que contarão aos alunos da Rede Municipal as histórias de mulheres que venceram barreiras e deixaram um legado para a humanidade

O projeto de incentivo à leitura Palavras Andantes, executado pela Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), está conduzindo um trabalho voltado ao Mês da Mulher e ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março.

Por meio do projeto, estão sendo desenvolvidos quatro vídeos que levam o universo da leitura, através da contação de histórias, para os alunos da Rede Municipal de Educação. A cada semana do mês, será lançado um vídeo diferente, também disponível na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), destacando histórias de mulheres que venceram barreiras e deixaram um legado para a humanidade. O projeto é voltado para alunos do P4, P5, e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, e atinge em torno de 35 mil crianças. Os estudantes acessarão os vídeos a partir dos dispositivos que usam para participar das aulas remotas.

A professora do Apoio Pedagógico de Língua Portuguesa, Aliny Perrota, que atua com o projeto Palavras Andantes, explicou que as histórias trabalham com o empoderamento feminino e cultivam sonhos nas crianças, mostrando que elas podem ser o que desejarem, como escritoras, cientistas, políticas ou matemáticas. “Quando trabalhamos com esse tipo de história, apontamos mulheres em diferentes profissões, que saem um pouco do convencional. Assim, cultivamos nas crianças os sonhos de buscar outras possibilidades, não somente aquelas que elas já conhecem”, afirmou.

O primeiro vídeo, lançado nesta semana, foi sobre o conto de fadas “A pior princesa do mundo”, da autora Anna Kemp, que conta a história de uma princesa nada convencional que cansou de ficar à espera do príncipe encantado e partiu em busca de aventuras. A narrativa ressalta valores como autonomia, liberdade e autenticidade.

Na semana do dia 11 de março, o vídeo abordará a trajetória da autora Carolina Maria de Jesus, destacando a importância da obra dela para a literatura brasileira e como foi a sua história com a literatura e com a escrita. A autora, que completaria 107 anos no dia 14 de março, foi uma das primeiras escritoras negras do Brasil e é considerada uma das mais relevantes para a literatura nacional. Carolina Maria de Jesus trabalhava como catadora de papel e, nas horas vagas, registrava o cotidiano da favela em que morava, nos cadernos que encontrava em meio ao material que recolhia.

Outro vídeo, que será divulgado na semana do dia 18 de março, abordará o livro “Caminhada”, da autora e professora da Rede Municipal de Educação de Londrina, Miladi Cruciol Tobias Tsukuda, que traz poesias para todas as idades. E, na semana do dia 25, será trabalhada a história da cientista russa Valentina Tereshkova, a primeira mulher a ir para o espaço, aos 26 anos de idade.

Sobre o projeto

O Palavras Andantes é executado em Londrina desde 2002. A iniciativa é baseada em quatro eixos centrais: estímulo à leitura, por meio da contação de histórias; política de compras de livros; incentivo ao empréstimo de livros; e organização pedagógica das bibliotecas escolares para que sejam atrativas aos alunos. Além de Aliny Perrota, também compõem o grupo de produção do projeto as professoras da Rede Municipal, Patricia Britto e Jéssica Bianchi.

Em 2008, o projeto recebeu a premiação do concurso Viva Leitura, dos ministérios da Educação e da Cultura, que objetiva aumentar e melhorar o acesso dos cidadãos à leitura, valorizar o livro como instrumento cultural e apoiar a criação e a produção de obras literárias.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios