Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os envelopes com a documentação das empresas classificadas para as obras de modernização e duplicação da PR-445, no trecho de 15,28 quilômetros, entre Londrina e o Distrito de Irerê, serão abertos na tarde desta quinta-feira (22) pela Comissão de Licitações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), na sede do órgão, em Curitiba.

Sete empresas se candidataram, mas, nesta fase, serão abertos os envelopes das três primeiras empresas classificadas pelo menor preço.

O menor valor foi R$ 93 milhões, apresentado pelo Consórcio Construtor Ed Rod. PR-445 – Enpavi DP Barros.  Em segundo lugar a Construtora Triunfo com R$ 96 milhões e depois o Consórcio Gaissler – Dalba com R$ 109 milhões.

O recurso apresentado contra a primeira colocada não foi acatado pelo DER/PR. O resultado do recurso saiu no final da tarde desta quarta-feira (21).

Se não houver impedimentos, o DER-PR deve anunciar a vencedora ainda no mês de fevereiro. Após esta fase haverá um novo período para que empresas derrotadas contestem o resultado.

Além da duplicação, estão previstas a construção de 12 novas obras de arte especiais (trincheiras e viadutos) e alargamento da ponte sobre o Ribeirão dos Apertados. O projeto também contempla três interseções, vias marginais, muros de contenção em vários trechos e outras melhorias que aumentarão consideravelmente a segurança e o conforto dos motoristas.

A duplicação da rodovia é uma reivindicação antiga e foi definida como prioridade pela Comissão de Desenvolvimento e Infraestrutura da região de Londrina. Criada em julho de 2017 por iniciativa do deputado estadual Tiago Amaral (PSB) e da ACIL e reúne a Sociedade Rural do Paraná, CEAL, Sinduscon, Sindimetal, Grupo Folha, Associação Médica do Paraná e Associação das Empresas do Polo Industrial de Cambé (AEPIC).

Rosi Guilhen/Ascom

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios