Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O convidado e palestrante será o fundador-presidente da Pró-Inclusão e Conselheiro Nacional de Educação em Portugal, David Rodrigues

Hoje (23), às 10 horas, a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, vai realizar um encontro com o fundador-presidente da Pró-Inclusão e Conselheiro Nacional de Educação em Portugal, David Rodrigues. A mediadora será a professora e doutoranda em Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa, Danielle Nunes Martins do Prado. O debate será transmitido via internet, pelo canal do YouTube, e poderá ser acessado clicando-se aqui.

O tema será “O que nós que ensinamos, podemos aprender com a pandemia?”. O objetivo é que os professores da rede municipal e interessados possam ouvir e aprender com as experiências trazidas pelo doutor pela Universidade Técnica de Lisboa (FMH) e conferencista da UNESCO de Portugal. Isso porque, durante cerca de uma hora, o professor de Portugal falará sobre os desafios que a educação tem enfrentando durante o período da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Segundo Rodrigues, a pandemia desenhou um grande ponto de interrogação sobre a educação, visto que a escola presencial é o local onde todos depositam os recursos para combater a desigualdade e promover os direitos humanos e educacionais dos alunos e familiares. “Agora, quando a escola encerra, nós não abandonamos os nossos alunos e procuramos de todas as formas possíveis que a desigualdade não se agrave ainda mais e que nenhum aluno fique para trás. Eu estou orgulhoso dos colegas professores, sobretudo os professores da escola pública por não defraudarem as esperanças de tantas crianças e jovens que depositam em nós e na educação as suas melhores esperanças de uma vida digna e feliz”, disse Rodrigues em mensagem aos professores.

A mediadora do encontro e professora da rede municipal de ensino explicou que a intenção é abrir um espaço de voz ao estudioso, que é repeitado internacionalmente. “Ele é uma pessoa de referência internacional no trabalho de educação inclusiva. Já ministrou aulas em universidades da Europa e dos Estados Unidos. É um presente para nós, da rede municipal de ensino, e uma oportunidade de pensarmos juntos a educação nesse período de tantas incertezas. Por isso, acreditamos ser importante falar sobre o que a gente tem aprendido nesse tempo, vermos a realidade vivida em Portugal e refletirmos sobre a luta da educação contra a desigualdade, porque nossos professores têm se empenhado muito nisso”, esclareceu.

As aulas presenciais em Londrina estão suspensas até, no mínimo, dia 31 de julho. Porém, desde a suspensão, os alunos da rede municipal de ensino têm recebido materiais para acompanharem as atividades remotamente. Além disso, a Secretaria de Educação distribuiu alimentos referentes à merenda escolar e cestas básicas, com a ajuda da Secretaria Municipal de Assistência Social. No momento, ainda não há previsão para o retorno das atividades presenciais.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios