Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Duas atividades com temas relacionados à saúde da mulher serão realizadas, nos próximos dias, pelo Centro de Oficinas para Mulheres (COM). Nesta quarta-feira (11), das 8h30 às 11 horas, o espaço abre as portas para um encontro que terá a Endometriose como tema. O objetivo é fornecer informações e tirar dúvidas sobre esta doença que afeta milhões de mulheres. A realização é da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, em parceria com o Grupo de Apoio EndoMulheres Londrina.

A ação será desenvolvida em formato de roda de conversa, que contará com a participação de Francisco Carlos de Oliveira, médico ginecologista e oncoginecologista, especialista em videolaparoscopia e videohisteroscopia. Também participam a jornalista Marian Trigueiros, integrante do EndoMulheres Londrina, e a promotora de Justiça Susana de Lacerda.

A endometriose se caracteriza como uma doença que envolve o endométrio, tecido revestidor da parte interna do útero, quando este cresce para fora do órgão, espalhando fragmentos para outros órgãos e regiões vizinhas como ovário, trompas, intestinos e bexiga. Tal deslocamento do tecido excedente pode gerar cólicas intensas, desconforto, inchaços, dor para urinar, menstruação irregular, entre outros, causando até mesmo problemas que dificultam o processo de engravidar. Ainda aumenta o risco de câncer de ovário, que incide mais facilmente entre mulheres que sofrem com essa doença. Entre os fatores de risco estão a má alimentação, estresse contínuo e alterações no útero.

Já na quinta-feira (12), a partir das 16 horas, o público poderá participar de outra roda de conversa com foco em Envelhecimento Saudável da Mulher. Quem ministra a ação é a enfermeira Mara Solange, do Instituto Não me Esqueças, mais um entre os órgãos parceiros das iniciativas promovidas pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres. Na ocasião, serão abordadas várias questões ligadas à adoção e manutenção de hábitos saudáveis, cuidados e medidas preventivas contra doenças.

Os dois eventos integram o Projeto Superação: Mulher Cuidando de Mulher, que presta atendimento, por meio de grupos de convivência e apoio, a mulheres em tratamento ou recuperação de enfermidades como câncer, lúpus, ostomia, AIDS, fibromialgia, doenças crônicas, entre outras. A iniciativa existe desde 2019 e, no ano passado, contou com várias atividades realizadas com apoio do Centro de Apoio ao Paciente com Câncer (CAPC).

Segundo a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Nádia Moura, o projeto está sendo ampliado em 2020, para abranger mais ações educativas e preventivas ligadas à saúde e outras áreas. “As rodas de conversa representam um momento importante e produtivo de compartilhamento de experiências e fortalecimento mútuo entre as mulheres. A oferta visa reunir pessoas que enfrentam o mesmo tipo de problema, fornecendo e debatendo informações que são muito úteis para o enfrentamento e superação dessas situações. As participantes ainda são orientadas sobre como acessar os serviços oferecidos pela rede de atendimento à mulher do Município”, destacou.

As duas atividades são gratuitas e qualquer mulher acima de 18 anos pode participar. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo telefone 3378-0111. O Centro fica localizado na Rua Valparaíso, 189, esquina com a Avenida Higienópolis.

Sobre o espaço – O Centro de Oficinas para Mulheres, da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, oferece cursos e outras atividades, com o objetivo de complementar o conhecimento técnico, melhorar a qualidade de vida e gerar fontes de renda alternativas para o público feminino.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios