Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Encontro teve como objetivo expressar a gratidão da administração municipal pela contribuição realizada por diversas instituições

A Prefeitura de Londrina recebeu, ontem, 22, a visita de diversos representantes das entidades que atuaram, de forma voluntária, na elaboração dos projetos de infraestrutura da Cidade Industrial de Londrina. Participaram da reunião o prefeito Marcelo Belinati; o vice-prefeito João Mendonça; o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), Bruno Ubiratan; o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Sinduscon), Sandro Nóbrega; e profissionais da Sanepar, Copel, Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina (CEAL), Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) e Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP), entre outros órgãos e instituições.

O prefeito Marcelo expressou a gratidão da administração municipal pela contribuição realizada pelas entidades. “Desde o início da atual gestão, a implantação da Cidade Industrial era um dos nossos objetivos principais. Dada a complexidade de um projeto dessa magnitude, o poder público não tinha como fazer isso sozinho, então nós resolvemos pedir a colaboração das entidades londrinenses para essa iniciativa. A Cidade Industrial é uma conquista de Londrina inteira, que vai trazer muitas empresas e empregos. Por isso, eu agradeço muito a todos vocês, pois sem essa ajuda o projeto não teria sido viabilizado”, disse.

Segundo o presidente da CODEL, Bruno Ubiratan, a implantação do complexo da Cidade Industrial é um marco importante na história do município. “Graças à doação destes projetos, o processo de implantação da Cidade Industrial ganhou muito mais velocidade e agilidade. É uma obra que traz um novo conceito para a cidade. A partir de agora, Londrina a passa a ser uma cidade também voltada para a indústria. Junto com o complexo da J. Macêdo, a Cidade Industrial terá capacidade para gerar 12 mil empregos. Também vai beneficiar a região norte do município, trazendo obras de infraestrutura para aquela área”, pontuou.

Para o presidente do Sinduscon, Sandro Nóbrega, o esforço conjunto realizado entre as entidades participantes do projeto representa a concretização de seu papel social. “Essa união das forças da cidade tem como objetivo o bem comum e a prosperidade. O poder público não tem como fazer tudo sozinho, então nós participamos com prazer, tendo em mente o nosso objetivo de contribuir positivamente para a sociedade”, afirmou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios