Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual Evandro Araújo (PSC) reforçou, na sessão remota da terça-feira (7), um pedido do reitor da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Drº Sérgio Carlos de Carvalho, para que a instituição receba um aporte de R$ 1,5 milhão necessários para atender cerca de 13 mil estudantes, dos cursos de graduação, por meio de aulas remotas. Os recursos seriam utilizados na aquisição de equipamentos e serviços de acesso à internet durante 12 meses.

Além de reforçar o apelo da UEL durante a sessão, Araújo enviou um requerimento ao secretário da Fazenda, Renê Garcia Júnior, oficializando o pedido. "A UEL fez um levantamento com os treze mil alunos de graduação e constatou que dois mil seriam prejudicados por falta de suporte como o acesso as atividades virtuais. O pedido desse recurso vem, justamente, para a UEL fazer a adaptação necessária para incluir também essa parcela que seria prejudicada", explicou o deputado.

Desde 17 de março, a UEL suspendeu as atividades presenciais no campus. Atividades relacionadas à pesquisa e de pós-graduação não foram suspensas. Apenas o calendário da graduação foi suspenso e, desde então, o conselho da universidade discute o retorno das aulas.

Adriano Rima/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios